Políticas de cotas: um estudo de meta-avaliação nas universidades estaduais paranaenses

Andreliza Cristina de Souza, José Carlos Rothen

Resumo


O texto apresenta uma meta-avaliação das políticas de cotas em universidades estaduais paranaenses. O objetivo foi analisar os processos avaliativos dessas políticas quanto a semelhanças e diferenças, potencialidades e limites, estratégias e procedimentos utilizados. Foram realizadas análise documental e entrevistas, sistematizadas com a análise do conteúdo. Utilizou-se ainda o ciclo de políticas para análise dos dados. Observou-se a necessidade de qualificação dos processos avaliativos, formação de corpo técnico, desenvolvimento de métodos e estratégias de avaliação de políticas de cotas adequadas às diferentes situações e produção de conhecimento acerca da avaliação enquanto campo epistemológico. Conclui-se que o processo de avaliação não ocorreu efetivamente pelo receio de que a avaliação fosse usada como uma forma de recuar na reserva de vagas. Destaca-se a importância de que sejam realizadas discussões mais aprofundadas sobre as cotas.

Palavras-chave: Avaliação da Educação, Meta-Avaliação, Cotas, Ensino Superior.

 

Políticas de cuotas: un estudio de metaevaluación en las universidades provinciales de Paraná

El texto presenta una metaevaluación de las políticas de cuotas en universidades provinciales de Paraná. El objetivo fue el de analizar los procesos evaluativos de tales políticas en lo que concierne a similitudes y diferencias, potencialidades y límites, estrategias y procedimientos utilizados. Se realizaron análisis documental y entrevistas, sistematizadas con el análisis del contenido. Se utilizó asimismo el ciclo de políticas para análisis de datos. Se observó la necesidad de cualificación de los procesos evaluativos, formación de cuerpo técnico, desarrollo de métodos y estrategias de evaluación de políticas de cuotas adecuadas a las distintas situaciones y producción de conocimiento acerca de la evaluación como campo epistemológico. Se concluye que el proceso de evaluación no ocurrió efectivamente en función del temor de que la evaluación se utilizara como una forma de retroceso en la reserva de plazas. Se destaca la importancia de tener discusiones más profundas sobre las cuotas. 

Palabras clave: Evaluación de la Educación, Metaevaluación, Cuotas, Educación Superior. 

 

Quota policies: a meta-evaluation study of Paraná state universities

The present text provides a meta-evaluation of quota policies in Paraná state universities. The aim was to analyze the evaluation processes of these policies regarding similarities and differences, potential and limits, strategies and procedures used. We also conducted document analysis and interviews, systematized through content analysis. The policy cycle was also used for data analysis. We observed the need to qualify the evaluation processes, train a technical staff, and develop evaluation methods and strategies for quota policies appropriate to the different situations and production of knowledge about evaluation as an epistemological field. We concluded that the evaluation process did not actually occur because of the fear that the evaluation would be used as a step backward in the process of reserving vacancies. The study highlight the importance of more in-depth discussions about quotas. 

Keywords: Education Evaluation, Meta-Evaluation, Quotas, Higher Education.



Palavras-chave


Avaliação da Educação, Meta-Avaliação, Cotas, Ensino Superior

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, Almerindo Janela. Mudanças no Estado-avaliador: comparativismo internacional e teoria da modernização revisitada. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 53, p. 167-184, jun. 2013.

BALL, Stephen J.; MAGUIRE, Meg; BRAUN, Annette. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERENDS, Lynda; ROBERTS, Bridget. Evaluation standards and their application to indigenous programs in Victoria, Australia. Evaluation Journal of Australasia, Canberra, Austrália, v. 3, n. 2, p. 54-59, Dec. 2003.

BERGMANN, Barbara. In defense of affirmative action. New York: BasicBooks, 1996.

BOWE, Richard; BALL, Stephen J.; GOLD, Anne. Reforming education & changing schools: case studies in policy sociology. Londres: Routledge, 1992.

BRANDÃO, Carlos da Fonseca. As cotas na universidade pública brasileira: será esse o caminho? Campinas: Autores Associados, 2005.

CALDAS, Alcides dos Santos; SANTOS, Antonio Luiz Moreira; SANTOS, Ramon dos. Conferência de Durban: implementação e desenvolvimento das políticas de promoção da igualdade no Brasil.

In: CONGRESSO LUSO AFRO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, 11., 2011, Salvador. Anais [...]. Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2011.

CASHMORE, Ellis. Dicionário das relações étnicas e raciais. São Paulo: Summus, 2000.

CONTINS, Marcia; SANT’ANA, Luiz Carlos. O movimento negro e a questão da ação afirmativa. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 4, n. 1, p. 209-220, jan./jun. 1996.

DAFLON, Verônica Toste; FERES JÚNIOR, João; CAMPOS, Luiz Augusto. Ações afirmativas raciais no ensino superior público brasileiro: um panorama analítico. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 148, p. 302-327, jan./abr. 2013.

DA SILVA, Jorge. Política de ação afirmativa para a população negra: educação, trabalho e participação no poder. In: VOGEL, Arno. Trabalhando com a diversidade no Planfor: raça/cor, gênero e pessoas portadoras de necessidades especiais. São Paulo: Editora Unesp; Brasília: Flacso Brasil/MTE, 2000. p. 5-67.

DAVOK, Delsi Fries. Modelo de meta-avaliação de processos de avaliação da qualidade de cursos de graduação. 2006. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

DUARTE, Evandro Charles Piza; BERTÚLIO, Dora Lúcia de Lima; SILVA, Paulo Vinícius da. Cotas raciais no ensino superior: entre o jurídico e o político. Curitiba: Juruá, 2009.

ELLIOT, Ligia Gomes. Meta-avaliação: das abordagens às possibilidades de aplicação. Ensaio: avaliação de políticas públicas de Educação, Rio de Janeiro, v. 19, n. 73, p. 941-964, out./dez. 2011.

FARIA, Regina M. Avaliação de programas sociais: evoluções e tendências. In: RICO, Elizabeth Melo. Avaliação de políticas sociais: uma questão em debate. São Paulo: Cortez, 2007. p. 41-49.

FERES JÚNIOR, João; DAFLON, Verônica Toste; CAMPOS, Luiz Augusto. Ação afirmativa, raça e racismo: uma análise das ações de inclusão racial nos mandatos de Lula e Dilma. Revista de Ciências Humanas, Viçosa, v. 12, n. 2, p. 399-414, jul./dez. 2012.

FERES JÚNIOR, João; DAFLON, Veronica Toste; BARBABELA, Eduardo; RAMOS, Pedro.

Levantamento das políticas de ação afirmativa nas universidades estaduais. Levantamento das políticas de ação afirmativa (GEMAA). Rio de Janeiro: IESP-UERJ, 2013.

FERNANDES, Domingues. Acerca da articulação de perspectivas e da construção teórica em avaliação educacional. In: ESTEBAN, Maria Teresa; AFONSO, Almerindo Janela. Olhares e interfaces:

reflexões críticas sobre a avaliação. São Paulo: Cortez, 2010. p. 15-44.

FURTADO, Juarez Pereira; LAPERRIÈRE, Hélène. Parâmetros e paradigmas em meta-avaliação:

uma revisão exploratória e reflexiva. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 695-705, mar. 2012.

GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo. Ação afirmativa, autoritarismo e liberalismo no Brasil de 1968. Novos Estudos – Cebrap, São Paulo, n. 101, p. 5-25, mar. 2015.

HERINGER, Rosana. Um balanço de 10 anos de políticas de ação afirmativa no Brasil. TOMO – Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Sergipe, Sergipe, n. 24, p. 15-35, jan./jun. 2014.

JENSEN, Geziela. Políticas de cotas raciais em universidades brasileiras: entre a legitimidade e a eficácia. Curitiba: Juruá, 2010.

JOINT COMMITTEE ON STANDARDS FOR EDUCATIONAL EVALUATION. Standards for evaluation of educational programs, projects, and materials. Nova York: McGraw-Hill, 1981.

LEWANDOWSKI, Ricardo. Íntegra do voto do ministro Ricardo Lewandoski na ADPF 186 sobre cotas. Brasília, DF: STF, 2012. Disponível em: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/noticiaNoticiaStf/anexo/ ADPF186RL.pdf. Acesso em: nov. 2017.

LIMA, Márcia. Desigualdades raciais e políticas públicas: ações afirmativas no governo Lula. Novos estudos – Cebrap, São Paulo, n. 87, p. 77-95, jul. 2010.

MOEHLECKE, Sabrina. Ação afirmativa no ensino superior: entre a excelência e a justiça racial. Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 88, p. 757-776, out. 2004.

NEVES, Paulo S. C. Ações afirmativas no Brasil contemporâneo: uma perspectiva comparada. In: REUNIÃO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA, 26., 2008. Anais [...]. Porto Seguro: Associação Brasileira de Antropologia, 2008.

QUEIROZ, Delcele Mascarenhas. Universidade e desigualdade: brancos e negros no ensino superior. Brasília: Liber Livro, 2004.

SANTOS, Jocélio Teles. O impacto das cotas nas universidades brasileiras (2004-2012). Salvador: CEAO, 2013.

SCRIVEN, Michael. Evaluation Thesaurus. 3. ed. Califórnia: Edgepress, 1981.

SCRIVEN, Michael. Meta-Evaluation Revisited. Journal of MultiDisciplinary Evaluation, Kalamazoo, MI, v. 6, n. 11, p. 3-8, jan. 2009.

SCRIVEN, Michael. The meta-evaluation checklist. Claremont: Claremont Graduate University, 2015.

SOUZA, Andreliza Cristina de. Meta-avaliação das políticas de cotas: um estudo de processos nas universidades estaduais paranaenses. 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2018.

SOUZA, Andreliza Cristina de; BRANDALISE, Mary Ângela Teixeira. Democratização, justiça social e igualdade na avaliação de uma política afirmativa: com a palavra, os estudantes. Ensaio: avaliação e políticas públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 23, n. 86, p. 181-212, jan./mar. 2015.

STAKE, Robert. Pesquisa qualitativa: estudando como as coisas funcionam. Porto Alegre: Penso, 2011.

STUFFLEBEAM, Daniel L. Meta-evaluation: concepts, standards and uses. In: BERK, Ronald A. Educational evaluation methodology: the state of the art. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1981.

STUFFLEBEAM, Daniel L. Personel evatuations metaevaluation checklist: based on the personnel evaluation standards. Kalamazoo, MI: Evaluation Checklists Project, 2000. Disponível em: https://wmich.edu/sites/default/files/attachments/u350/2014/personnel_metaeval.pdf. Acesso em: abr. 2016.

STUFFLEBEAM, Daniel L. The metaevaluation imperative. American Journal of Evaluation, Thousand Oaks, v. 22, n. 2, p. 183-209, June 2001.

STUFFLEBEAM, Daniel L. Meta-Evaluation. Journal of MultiDisciplinary Evaluation, Kalamazoo, MI, v. 7, n. 15, p. 99-158, Feb. 2011.

WORTHEN, Blaine; SANDERS, James R.; FITZPATRICK, James L. Avaliação de programas: concepções e práticas. São Paulo: Gente, 2004.

ZONINSEIN, Jonas; FERES JÚNIOR, João. Ação afirmativa e desenvolvimento. In: FERES JÚNIOR, João; ZONINSEIN, Jonas. Ação afirmativa e universidade: experiências nacionais comparadas. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2006. p. 9-45.




DOI: http://dx.doi.org/10.18222/eae.v30i74.5831

Apontamentos

  • Não há apontamentos.