Impacto da bonificação educacional em Pernambuco

Autores

  • Clayton Sirilo do Valle Furtado Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF), Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil
  • Tufi Machado Soares Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Unidade de Pesquisa do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd) da UFJF, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae.v0ix.3940

Palavras-chave:

Avaliação de Políticas Educacionais, Accountability, Bônus de Desempenho Educacional, Método das Diferenças em Diferenças.

Resumo

O artigo busca avaliar o impacto do Bônus de Desempenho Educacional, que constitui um incentivo pago aos funcionários das escolas da rede estadual de Pernambuco mediante o cumprimento de metas educacionais preestabelecidas. O objetivo principal é verificar se essa política de bonificação propiciou um melhor desempenho nas proficiências das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática entre 2008 e 2012. A metodologia para abordar essa questão consiste no uso de escores de propensão para produzir pareamentos, em que cada escola da rede estadual (que participa da política de bonificação) é comparada a uma escola similar da rede municipal (que não dispõe de tal política). Afere-se, como principal resultado, que as escolas estaduais obtiveram, no 9º ano do ensino fundamental, um ganho de cinco pontos em relação àquelas da rede municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clayton Sirilo do Valle Furtado, Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF), Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

Doutor em Educação pela UFJF; Analista de Medidas Educacionais no CAEd/UFJF.

Tufi Machado Soares, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Unidade de Pesquisa do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd) da UFJF, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

Professor do Departamento de Estatística e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFJF; Coordenador da Unidade de Pesquisa do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd/UFJF).

Referências

ALVES, Maria Teresa G.; SOARES, José Francisco. Medidas de nível socioeconômico em pesquisas sociais: uma aplicação aos dados de uma pesquisa educacional. Opinião Pública, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 1-30, jun./2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104- 62762009000100001&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 1 jul. 2013.

AU, Wayne. High-stakes testing and curricular control: a qualitative meta synthesis. Educational Researcher, Thousand Oaks, CA, v. 36, n. 5, p. 258-267, Aug. 2007. Disponível em: <http://edr.sagepub.com/content/36/5/258>. Acesso em: 6 jul. 2013.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. SAEB – 2005 primeiros resultados: médias de desempenho do SAEB/2005 em perspectiva comparada. Brasília, DF: Inep, 2007. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_basica/prova_brasil_saeb/ resultados/SAEB1995_2005.pdf>. Acesso em: 16 ago. 2013.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Microdados Prova Brasil. Brasília, DF: Inep, 2011. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/basica-levantamentos-acessar>. Acesso em: 16 ago. 2013.

BROOKE, Nigel. Responsabilização educacional no Brasil. Revista Iberoamericana de Evaluación Educativa, Madrid, v. 1, n. 1, p. 93-109, 2008.

BROOKE, Nigel. As novas políticas de incentivo salarial para professores: uma avaliação. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUDESTE, 10., 2011, Rio de Janeiro. Políticas públicas, movimentos sociais: desafios à pós-graduação em educação em suas múltiplas dimensões. Rio de Janeiro: Anped, 2011. Disponível em: <http://www.fe.ufrj.br/anpedinha2011/ ebook3.pdf>. Acesso em: 8 ago. 2013.

BROOKE, Nigel. Políticas estaduais de responsabilização: buscando o diálogo. In: BAUER, Adriana; GATTI, Bernardete A. (Org.). Ciclo de debates: vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil. Florianópolis: Insular, 2013. v. 2.

BROOKE, Nigel et al. A avaliação externa como instrumento da gestão educacional nos estados. Belo Horizonte: Game/FAE/UFMG, 2011.

BRUNS, Barbara; EVANS, David; LUQUE, Javier. Achieving world-class education in Brazil: the next agenda. Directions in development: human development. Washington, D.C.: The World Bank, 2012.

BRUNS, Barbara; FERRAZ, Claudio. Paying teachers to perform: the effects of bonus pay in Pernambuco, Brazil. Washington, D.C.: The World Bank, December 2011.

BRUNS, Barbara; FILMER, Deon; PATRINOS, Harry Anthony. Making schools work: new evidence on accountability reforms. Human development perspectives. Washington D.C.: The World Bank, 2011.

CORVALÁN, Javier. Accountability educacional: rendición de cuentas más responsabilización por lós procesos y resultados de la educación. In: CORVALÁN, Javier; MCMEEKIN, Robert W. (Ed.). Accountability educacional: posibilidades y desafíos para América Latina a partir de la experiencia internacional. Santiago: Preal/Cide, 2006.

FERRAZ, Cláudio. Sistemas educacionais baseados em desempenho, metas de qualidade e a remuneração de professores: os casos de Pernambuco e São Paulo. In: VELOSO, Fernando (Org.). Educação básica no Brasil: construindo o país do futuro. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FERRAZ, Claudio; BRUNS, Barbara. Incentivando a qualidade: avaliando os efeitos de um bônus por desempenho na educação. In: WORKSHOP AVALIAÇÃO DE IMPACTO-SIEF, 1., 26-30 de abril de 2010, Rio de Janeiro. Curso... Rio de Janeiro: Banco Mundial, 2010. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2014.

FOGUEL, Miguel N. Modelos de resultados potenciais. In: MENEZES FILHO, Naércio. (Org.). Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Fundação Itaú Social; Dinâmica, 2012.

FREITAS, Luiz Carlos de. Os reformadores empresariais da educação: da desmoralização do magistério à destruição do sistema público de educação. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 33, n. 119, p. 353-377, abr./jun. 2012. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 12 ago. 2013.

GUISBOND, Lisa et al. A década de progresso educativo perdida sob a NCLB: que lições tirar desse fracasso político? Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 33, n. 119, p. 353-377, abr./jun. 2012. Disponível em: <http://www.cedes. unicamp.br>. Acesso em: 12 ago. 2013.

GUO, Shenyang Y.; FRASER, Mark W. Propensity score analysis: statistical methods and applications. California: Sage, 2010.

HOUT, Michael; ELLIOTT, Stuart W. Incentives and test-based accountability in education. Washington, DC.: National Academy, 2011.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇõES UNIDAS. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O que é IDHM? 2016. Disponível em: <http://www.pnud.org.br/ IDH/IDHM.aspx?indiceAccordion=0&li=li_IDHM>. Acesso em: 20 jul. 2014.

OSHIRO, Cláudia Hiromi; SCORZAFAVE, Luiz Guilherme. Efeito do pagamento de bônus aos professores sobre a proficiência escolar no Estado de São Paulo. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 39., 2011, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: Anpec, 2011.

PERNAMBUCO. Lei n. 13.486, de 01 de julho de 2008. Institui o Bônus de Desempenho Educacional – BDE, no âmbito do Estado de Pernambuco, e dá outras providências. Diário Oficial, Recife, ano LXXXIV, n. 1717, 09 de setembro de 2008a.

PERNAMBUCO. Secretaria de Educação. Programa de Modernização da Gestão Pública. 2008b. Disponível em: <http://www.educacao.pe.gov.br/ portal/?pag=1&men=69>. Acesso em: 11 maio 2011.

PERNAMBUCO. Secretaria de Educação. Boletim Contextual de Avaliação da Educação – SAEPE 2008: fatores contextuais associados ao desempenho escolar. Juiz de Fora: UFJF/CAEd, 2008c. Disponível em: . Acesso em: 19 ago. 2013.

PERNAMBUCO. Secretaria de Educação. Microdados SAEPE. 2012.

PERNAMBUCO. Assessoria de Comunicação do Governo do Estado. Profissionais da educação recebem bônus por desempenho em Pernambuco. Recife: SEE, 2013. Disponível em: <http://www.educacao.pe.gov.br/ portal/?pag=1&cat=37&art=1351>. Acesso em: 4 ago. 2014.

PINTO, Cristine C. X. Pareamento. In: MENEZES FILHO, Naércio (Org.). Avaliação econômica de projetos sociais. São Paulo: Fundação Itaú Social; Dinâmica, 2012.

PONTUAL, Teresa C. Remuneração por mérito, desafio para a educação. São Paulo: Fundação Lemann, 2008. Disponível em: <http://www.fundacaolemann. org.br/arquivos/uploads/arquivos/Remunera%C3%A7%C3%A3o%20por%20m%C3%A9rito%20(paper)%20(Tereza%20Pontual).pdf>. Acesso em: 19 ago. 2013.

RAVITCH, Diane. Vida e morte do grande sistema escolar americano: como os testes padronizados e o modelo de mercado ameaçam a educação. Porto Alegre: Sulina, 2011.

ROSENBAUM, Paul R.; RUBIN, Donald B. The central role of the propensity score in observational studies for causal. Biometrika, Oxford, v. 70, n. 1, p. 41-55, Apr. 1983.

SEGATTO, Catarina Ianni. Como ideias se transformam em reformas: um estudo comparativo das mudanças educacionais orientadas pelo desempenho nos estados brasileiros. 2011. 134 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública e Governo) – Escola de Administração de Empresas, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2011.

SOARES, José F. O efeito da escola no desempenho cognitivo de seus alunos. REICE – Revista Electrónica Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, Madrid, v. 2, n. 2, p. 83-104, jul./dic. 2004. Disponível em: <http://www.ice.deusto.es/rinace/reice/vol2n2/Soares.pdf>. Acesso em: 5 ago. 2015.

SOARES, José F. Melhoria do desempenho cognitivo dos alunos do ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 130, p.135-160, jan./abr. 2007.

SOARES, Tufi M. Utilização da teoria da resposta ao item na produção de indicadores socioeconômicos. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 25, n. 1, p. 83-112, jan./abr. 2005.

SOARES, Tufi M. A expectativa do professor e o desempenho dos alunos. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, DF, v. 26, n. 1, p. 157-170, jan./mar. 2010.

THE HUNT INSTITUTE. Cumprindo a promessa da reforma baseada em padrões. In: BROOKE, Nigel (Org.). Marcos históricos na reforma da educação. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

UNITED STATES OF AMERICA. Department of Education. Office of elementary and secondary education. No Child Left Behind: a desktop reference. Washington, D.C.: Department of Education, 2002.

Downloads

Publicado

21-05-2021

Como Citar

Furtado, C. S. do V., & Soares, T. M. (2021). Impacto da bonificação educacional em Pernambuco. Estudos Em Avaliação Educacional, 29(70), 48–76. https://doi.org/10.18222/eae.v0ix.3940

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)