Competência percebida e desempenho escolar em matemática

Autores

  • Maria de Fátima Simões
  • Maria Eugénia Ferrão

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae163220052134

Palavras-chave:

Competência Percebida, Desempenho Em Matemática, Saeb, Modelos De Regressão Linear

Resumo

A competência percebida é um conceito muito pesquisado no âmbito educacional. O seu interesse deriva da sua influência num vasto conjunto de variáveis das quais se destacam aquelas que motivam os indivíduos para a ação, especialmente quando destes depende a execução de tarefas com sucesso. Já existe algum consenso entre os pesquisadores sobre a idéia de que quando os alunos demonstram uma competência percebida ajustada as suas características pessoais e sociais estarão também melhor adaptadas, independentemente do nível de realização ou da capacidade individual. Com efeito, nesse caso, a competência percebida interfere na motivação, levando os indivíduos a prosseguir com os seus objetivos. No decorrer deste artigo explora-se a relação da competência pessoal percebida com o desempenho escolar em Matemática, para identificar grupos de risco. Um modelo de regressão múltipla é aplicado à subamostra de dados do Saeb, selecionados em 2001 no Rio de Janeiro, referentes à 4ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e à 3ª série do Ensino Médio. Controlando por sexo, defasagem idade-série, motivação para estudar Matemática, raça e nível socioeconômico, as estimativas obtidas mostram a associação entre a competência percebida e o desempenho em Matemática. Um modelo logístico permite identificar grupos de risco na avaliação da competência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Simões

Maria Eugénia Ferrão

Downloads

Publicado

30-12-2005

Como Citar

SIMÕES, M. de F.; FERRÃO, M. E. Competência percebida e desempenho escolar em matemática. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 16, n. 32, p. 25–42, 2005. DOI: 10.18222/eae163220052134. Disponível em: https://publicacoes.fcc.org.br/eae/article/view/2134. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos