Produções sobre avaliação da aprendizagem e desenvolvimento na educação infantil

Autores

  • Erone Hemann Lanes Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), câmpus Frederico Westphalen-RS, Brasil https://orcid.org/0000-0002-5682-6210
  • Jordana Wruck Timm Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), câmpus Frederico Westphalen-RS, Brasil https://orcid.org/0000-0002-4445-1909

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae.v33.8769

Palavras-chave:

Avaliação da Aprendizagem, Educação Infantil, Desenvolvimento da Criança

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a produção científica sobre avaliação do desenvolvimento e aprendizagem na educação infantil. Para tanto, procedeu-se à busca bibliográfica no banco de teses e dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Os resultados apontaram a relevância das pesquisas para a constituição do corpus de referenciais que abordam o tema em âmbito nacional, sobretudo em razão do reduzido número de estudos encontrados. Também se identificou a necessidade de pesquisas que contemplem as especificidades dos processos avaliativos realizados com a primeiríssima infância, visto que nenhuma tese se dedica a essa faixa etária e apenas três dissertações se direcionam à avaliação da aprendizagem de bebês e do contexto da creche.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erone Hemann Lanes, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), câmpus Frederico Westphalen-RS, Brasil

Doutoranda em Educação pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI/FW). Professora de Educação Infantil na rede municipal de Chapecó. E-mail: eronehl@gmail.com.

Jordana Wruck Timm, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), câmpus Frederico Westphalen-RS, Brasil

Doutora em Educação (PUCRS). Bolsista pelo Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD/CAPES) e professora colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI/FW).

Referências

AMARO, Vanelli Pires. Avaliação na educação infantil: percepção de professores de uma escola pública de Sorocaba (SP). 2018. 123 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2018.

BARBOSA, Maria Carmem Silveira; CRUZ, Silvia Helena Vieira; FOCHI, Paulo; OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. O que é básico na Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil? Debates em Educação, Maceió, v. 8, n. 16, p. 11, 2016. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2492. Acesso em: 10 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil. Brasília: MEC, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 10 abr. 2021.

BRESCIANE, Ana Lucia Antunes. Avaliação na educação infantil: o que nos revelam os relatórios de um município paulista. 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

CANÇADO, Natalia Francine Costa. Avaliação na educação infantil e participação: desafios para a gestão. 2017. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

CANÇADO, Natalia Francine Costa; CORREA, Bianca Cristina. Avaliação, qualidade e educação infantil: análise de uma experiência municipal. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 32, e07719, 2021.

CARVALHO, Silvia Helena Raimundo de. Avaliação na educação infantil: considerações a partir de uma experiência. 2002. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2002.

CARVALHO, Thatianny Jasmine Castro Martins de. Avaliação da aprendizagem na educação infantil: concepções das professoras e desafios formativos. 2015. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.

CASTILHO, Vanessa Maria Redigolo. Avaliação: concepções teóricas e práticas no cotidiano da educação infantil e suas implicações. 2016. 242 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São Paulo, 2016.

CASTRO, Tainara Pereira. Avaliação da aprendizagem à luz da pedagogia histórico-crítica: contribuições para a formação de professores. 2017. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2017.

COELHO, Maria Fernanda d’Ávila. O acompanhamento da aprendizagem na educação infantil: uma questão de avaliação? 2009. 127 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC, 2009.

COLASANTO, Cristina Aparecida. Avaliação na educação infantil: a participação da criança. 2014. 206 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.

CORRÊA, Maria Thereza de Oliveira. Avaliação e a qualidade da educação infantil: uma análise dos processos avaliativos desenvolvidos na creche e na pré-escola. 2007. 248 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

CORREIA, Larissa Costa. O portfólio na autoavaliação da aprendizagem: em foco, a educação infantil. 2015. 200 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2015.

FERNANDES, Marisa Pinheiro de Oliveira. Relatório descritivo na educação infantil: impasses e proposições em uma escola municipal de educação infantil de São Paulo. 2017. 159 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

FOCHI, Paulo. Afinal, o que os bebês fazem no berçário? Comunicação, autonomia e saber-fazer de bebês em um contexto de vida coletiva. Porto Alegre: Penso, 2015.

FOCHI, Paulo (org.). O brincar heurístico na creche: percursos pedagógicos no Observatório da Cultura Infantil – OBECI. Porto Alegre: Paulo Fochi, 2018.

FURTADO, Ana Paula Azevedo. Avaliação na educação infantil: as práticas avaliativas em creches e pré-escolas municipais de Fortaleza na perspectiva das professoras. 2016. 179 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.

GLAP, Graciele. Avaliação na/da educação infantil: estado da arte 2000-2012. 2013. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, 2013.

GOMES, Luciana Kellen de Souza. O dito e o vivido: concepções e práticas avaliativas na educação infantil da rede municipal de Fortaleza. 2016. 207 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.

GUIMARÃES, Célia Maria; CARDONA, Maria João; OLIVEIRA, Daniele Ramos de (org.). Fundamentos e práticas da avaliação na educação infantil. Porto Alegre: Mediação, 2014.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação e educação infantil: um olhar sensível e reflexivo sobre a criança. 22. ed. Porto Alegre: Mediação, 2018.

KAWADA, Valdejane Tavares. A documentação pedagógica como mediação à construção do conhecimento escolar na educação infantil. 2016. 94 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.

LAMAS, Flavio Lucio. Avaliação na educação infantil: análise do uso do relatório descritivo individual na rede municipal de Juiz de Fora. 2014. 161 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2014.

LICHY, Juliana Guerreiro. A documentação pedagógica e o trabalho com bebês: estudo de caso em uma creche universitária. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

LOPES, Amanda Cristina Teagno. A construção de práticas de registro e documentação no cotidiano do trabalho pedagógico da educação infantil. 2011. 384 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

LUSARDO, Raquel Costa Cardoso. Avaliação em educação infantil: concepções de professoras sobre o papel do portfólio. 2007. 128 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2007.

MAGALHÃES, Giselle Mode. Análise da atividade-guia da criança na primeira infância: contribuições da psicologia histórico-cultural para a avaliação do desenvolvimento infantil dentro de instituições de ensino. 2016. 162 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, 2016.

MAGRINI, Marcela de Castro Alves. “A”+“vali”+“ação” = Avaliação: um instrumento de valor na educação infantil. 2015. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Petrópolis, Petrópolis, RJ, 2015.

MOROSINI, Marília Costa; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Estado do conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, jul./dez. 2014.

MOURA, Ellen Michelle Barbosa de. A avaliação na educação infantil e sua relação com os processos de aprendizagem. 2007. 171 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2007.

OLIVEIRA, Daniele Ramos de. Avaliação na creche: subsídios teórico-práticos a partir da análise de documentos do MEC (2000-2015). 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, 2017.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; PASCAL, Christine. Documentação pedagógica e avaliação na educação infantil: um caminho para a transformação. Porto Alegre: Penso, 2019.

RAIZER, Cassiana Magalhães. Portfólio na educação infantil: desvelando possibilidades para a avaliação formativa. 2007. 170 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2007.

RIBEIRO, Bruna. Avaliação da aprendizagem na educação infantil: um estudo exploratório em 125 municípios brasileiros. Revista Linhas, Florianópolis, v. 19, n. 40, p. 218-245, maio/ago. 2018. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723819402018218. Acesso em: 10 maio 2022.

SANTOS, Marceli d’Andrea. A linguagem lúdica no registro avaliativo do educador de infância. 2008. 106 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2008.

SANTOS, Tania dos. Avaliação de bebês em creche: uma prática pedagógica necessária a uma instituição comprometida com o aspecto educacional. 1994. 179 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, 1994.

SOUSA, Juliana Ferreira de. A avaliação da aprendizagem no contexto da educação infantil: o fazer do professor da rede municipal de Teresina. 2013. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Fundação Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2013.

SOUZA, Marina Pereira de Castro E. Políticas e práticas de avaliação na creche: uma pesquisa na rede pública do município do Rio de Janeiro. 2017. 230 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.

STEINLE, Marlizete Cristina Bonafini. Avaliação da aprendizagem: contemplando o universo da educação infantil. 2006. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2006.

STEINLE, Marlizete Cristina Bonafini. Avaliação na educação infantil: decorrências da formação continuada de duas professoras. 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo, 2018.

TONELLO, Denise Maria Milan. Portfólios na educação infantil: um projeto de intervenção fundamentado na ação formativa. 2015. 156 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

VALVERDE, Sonia Larrubia. Relatórios de avaliação das Emeis de São Paulo: uma necessidade ou exigência legal? 1994. 195 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1994.

Downloads

Publicado

15-08-2022

Como Citar

HEMANN LANES, E. .; WRUCK TIMM, J. Produções sobre avaliação da aprendizagem e desenvolvimento na educação infantil. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 33, p. e08769, 2022. DOI: 10.18222/eae.v33.8769. Disponível em: https://publicacoes.fcc.org.br/eae/article/view/8769. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos