Pais professores homens e o acompanhamento da vida escolar dos filhos

Rosilane Katia de Oliveira, Marlice de Oliveira e Nogueira

Resumo


O artigo discute as práticas educativas desenvolvidas na escolarização dos fi lhos por dez pais professores homens, residentes em cinco cidades do estado de Minas Gerais. Primeiramente, realizamos um levantamento na Superintendência Regional de Ensino de Ouro Preto, objetivando identifi car o número de professores/as em atuação na educação básica e, posteriormente, procedemos à escolha dos sujeitos. Em seguida, aplicamos um questionário aos pais professores para traçar o perfi l sociológico, profi ssional e educacional e entrevistas semiestruturadas que tiveram como foco as dinâmicas e práticas educativas familiares. Os resultados indicam que os pais professores homens, com uma carga horária de trabalho docente extensa, monitoram a vida escolar dos fi lhos, sem, no entanto, exercer forte regulação e controle das atividades escolares e extraescolares, e se mantêm, muitas vezes, nos bastidores do processo de acompanhamento familiar da escolarização. 

Pais Professores, Práticas Educativas, Filhos, Escolarização 

 

Male teachers who are fathers and the monitoring of children’s school life 

The article discusses the educational practices developed regarding children’s schooling by ten male teachers, who are fathers, living in fi ve cities in the state of Minas Gerais. First, we conducted a survey at the Regional Teaching Superintendence of Ouro Preto aiming to identify the number of teachers working in basic education, and then, we proceeded to the choice of subjects. Next, the male teachers, who are fathers, answered a questionnaire to assess their sociological, professional and educational profi le and we conducted semi-structured interviews focused on family educational dynamics and practices. The results indicate that male teachers, who are also fathers, with an extensive teaching workload, play a role in monitoring their children’s school life. However, they do not exercise strong regulation and control of school and extra school activities, and often remain behind the scenes in the process of family schooling monitoring. 

Fathers Teachers, Educational Practice, Child, Schooling 

 

Pères enseignants et le suivi de la vie scolaire de leurs enfants 

Cet article analyse des pratiques éducatives mises en oeuvre par dix pères enseignants résidant dans cinq villes de l’État de Minas Gerais, concernant la scolarisation de leurs enfants. Nous avons d’abord rélèvé à la Superintendência Regional de Ensino de Ouro Preto [Direction Régionale de l’Enseignement de la ville d’Ouro Preto] le nombre d’enseignantes dans l’enseignement primaire et au collège et ensuite nous avons choisi les participants. Nous avons soumis un questionnaire aux pères enseignants pour établir leur profi l sociologique, professionnel et éducatif et réalisé des entrevues semi-structurées axées sur la dynamique et les pratiques éducatives familiales. Les résultats indiquent que les pères enseignants, ayant une charge importante de travail, accompagnent la vie scolaire de leurs enfants sans toutefois exercer un fort contrôle sur leurs activités scolaires et extrascolaires et qu’ils demeurent le plus  souvent dans les coulisses du processus de suivi familial de la scolarité. 

Pères Enseignants, Pratiques Éducatives, Enfants, Scolarisation 

 

Padres profesores hombres y el seguimento de la vida escolar de los hijos 

El artículo analiza las prácticas educativas desarrolladas en la escolarización de los hijos por parte de diez padres maestros, que residen en cinco ciudades del estado de Minas Gerais. Primero, realizamos una encuesta en la Superintendencia Regional de Enseñanza en Ouro Preto, con el objetivo de identifi car el número de maestros que trabajan en educación básica y, posteriormente, elegimos a las personas. Luego, aplicamos un cuestionario a los padres profesores para elaborar el perfi l sociológico, profesional y educativo y entrevistas semiestructuradas que se centraron en la dinámica y prácticas educativas familiares. Los resultados indican que los padres profesores hombres, con una gran carga de trabajo docente, monitorean la vida escolar de sus hijos sin, no obstante, ejercer una fuerte regulación y control de las actividades escolares y extraescolares, y a menudo permanecen en segundo plano en el proceso de seguimiento familiar de la escolarización. 

Padres Profesores, Prácticas Educativas, Hijos, Escolarización


Palavras-chave


Pais Professores, Práticas Educativas, Filhos, Escolarização

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Joelma Marçal de. Profissão docente e escolarização dos filhos. 2006. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESA DE PESQUISA − ABEP. Critério Brasil 2015 e atualização da distribuição de classes para 2016, São Paulo: ABEP, 2016. Disponível em: http://www.abep.org/criterio-brasil.

BARG, Katherin. The school success of teacher children. In: COLLOQUE FABRICATION FAMILIALE DE LA RÉUSSITE SCOLAIRE D’AJUSTEMENT AUX PUBLICS. Annales [...] Paris: Université Paris-Dauphine, 2011. p. 1-17.

BOURDIEU, Pierre. O capital social: notas provisórias. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio (org.). Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998. p. 65-69.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk, 2008.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Estudo exploratório sobre o professor brasileiro com base nos resultados do Censo Escolar da Educação Básica 2007. Brasília: Inep, 2009.

GLÓRIA, Dília Maria da. Uma análise de fatores sociodemográficos e sua relação com a escolarização dos filhos em famílias de camadas médias. 2007. 288 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

GOLDANI, Ana Maria. As famílias brasileiras: mudanças e perspectivas. Cadernos de Pesquisa, Fundação Carlos Chagas, n. 91, p. 7-22, 1994.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2016.

LASNE, Annie da Costa. La singulière réussite scolaire des enfants d’enseignants: des pratiques éducatives parentales spécifiques? 2012. 384 f. Thèse (Doctorat en Education) – Université de Bourgogne, France, 2012.

MARTINS, Conceição Garcia; LUZ, Nanci Stancki da; CARVALHO, Marília Gomes de. Relações de gênero no trabalho doméstico. In: FAZENDO GÊNERO, DIÁSPORAS, DIVERSIDADES, DESLOCAMENTOS, 9, Santa Catarina, Anais [...], p. 1-10, 23 a 26 de agosto de 2010.

NOGUEIRA, Maria Alice. Famílias de camadas médias e a escola: bases preliminares para um objeto em construção. Educação e Realidade, v. 20, n. 1, p. 9-25, jan./jun. 1995.

NOGUEIRA, Marlice de Oliveira e. Pais professores e a escolarização dos filhos. 2011. 267 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

NOGUEIRA, Marlice de Oliveira e. Efeito pai professor: o impacto da profissão docente na vida escolar dos filhos. Revista Brasileira de Educação, v. 18, n. 52, p. 65-79, 2013.

NOGUEIRA, Marlice de Oliveira e. Bom aluno, bom filho: a tensão entre a construção de si e o sucesso escolar em famílias de pais professores. Revista de Educação, Campinas, v. 20, n. 2, p. 67-79, maio/ago. 2015.

NOGUEIRA, Marlice de Oliveira e; NOGUEIRA, Maria Alice. Quando os professores escolarizam os filhos na rede pública de ensino: da inevitabilidade à colonização. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, p. 1-26, 2017.

RESENDE, Tânia de Freitas; NOGUEIRA, Claudio Marques; NOGUEIRA, Maria Alice. Escolha do estabelecimento de ensino e perfis familiares: uma faceta a mais das desigualdades escolares. Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 117, p. 953-970, out./dez. 2011.

REIS, Rosemeire. Os professores da escola pública e a educação escolar de seus filhos: uma contribuição ao estudo da profissão docente. São Paulo: Paulinas, 2006. 255 p.

SANTANA, Regina Palma A. de. Professor da escola pública: onde estuda seu filho? A família do professor na escolha da escola dos filhos. 2005. 127 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Católica de Salvador, Salvador, 2005.

SILVA, Rosemeire Reis da. Os professores da escola pública e a educação escolar de seus filhos: uma contribuição ao estudo da profissão docente. In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 25, 2002, Caxambu, Anais [...], 2002.

SILVA, Pedro. Escola-família: uma relação armadilhada – interculturalidade e relações de poder. Porto: Profedições, 2003. 412 p.

SINGLY, François de. Sociologia da família contemporânea. Trad. Clarice Ehlers Peixoto. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007. 208 p.

VAN ZANTEN, Agnès. A escolha dos outros: julgamentos, estratégias e segregações escolares. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 409-434, dez. 2010.

VIEIRA, Cristina Rocha; RELVAS, Ana Paula. A(s) vida(s) do professor. Lisboa: Quarteto, 2005, v. 4. 203 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.