Sistema de Avaliação da Educação Básica: revisão sistemática da literatura

Autores

  • Talita Emidio Andrade Soares Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES, Brasil http://orcid.org/0000-0003-2692-4941
  • Denilson Junio Marques Soares Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES; Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), campus Piumhi, Piumhi-MG, Brasil http://orcid.org/0000-0003-3075-3532
  • Wagner dos Santos Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES, Brasil http://orcid.org/0000-0002-9216-7291

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae.v32.7839

Palavras-chave:

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica, Avaliação da Educação Básica, Políticas Públicas em Educação, Revisão de Literatura

Resumo

Neste artigo foi realizada uma revisão sistemática da literatura adequada às recomendações Prisma, utilizando o descritor “Sistema de Avaliação da Educação Básica” (Saeb). As buscas foram realizadas nas bases de dados Scopus, Web of Science e SciELO, sem delimitação temporal. Foram selecionados 11 artigos, classificados em três categorias que discutem a origem do Saeb mediante as reformas educacionais da década de 1990, o Saeb enquanto política de responsabilização (accountability) e os fatores associados aos resultados do Saeb. Evidenciou-se que seu papel e desempenho como política de avaliação é amplamente criticado. Em contrapartida, nota-se a escassez de estudos que discutem novas possibilidades para avaliar a qualidade da educação básica, constituindo um campo aberto para discussões no ambiente acadêmico.

Biografia do Autor

Talita Emidio Andrade Soares, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES, Brasil

Licenciada em Matemática (UFV); Especialista em Ensino de Matemática (UNICA) e Mestranda em Educação (UFES).

Denilson Junio Marques Soares, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES; Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), campus Piumhi, Piumhi-MG, Brasil

Licenciado em Matemática e Mestre em Estatística Aplicada e Biometria (UFV). Doutorando em Educação (UFES). Professor EBTT do Instituto Federal de Minas Gerais.

Wagner dos Santos, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Vitória-ES, Brasil

Graduado em Educação Física (UFES). Mestre em Educação (UFMG). Doutor em Educação (UFES). Professor dos Programas de Pós-Graduação em Educação Física e Educação da UFES. Líder do Instituto de Pesquisa em Educação e Educação Física (Proteoria). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

Referências

ALVES, Fátima. Políticas educacionais e desempenho escolar nas capitais brasileiras. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 134, p. 413-440, maio/ago. 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742008000200008

BAUER, Adriana. Usos dos resultados das avaliações de sistemas educacionais: iniciativas em curso em alguns países da América. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v. 91, n. 228, p. 315-344, maio/ago. 2010. DOI: http://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.91i228.576

BAUER, Adriana; ALAVARSE, Ocimar Munhoz; OLIVEIRA, Romualdo Portela. Avaliação em larga escala: uma sistematização do debate. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. especial, p. 1367-1382, dez. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-9702201508144607

BONAMINO, Alícia; FRANCO, Creso. Avaliação e política educacional: o processo de institucionalização do Saeb. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 108, p. 101-132, nov. 1999. DOI: http://doi.org/10.1590/S0100-15741999000300005

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Portaria n. 1.795, de 27 de dezembro de 1994. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 246, p. 20.767-20.768, 28 dez. 1994. Disponível em: https://pesquisa.in.gov.br/imprensa/servlet/INPDFViewer?jornal=1&pagina=91&data=28/12/1994&captchafield=firstAccess. Acesso em: 15 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Relatório: resultados do Saeb 99. Brasília, DF: Inep, 1999. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/documents/186968/484421/Resultados+do+SAEB-9+relat%C3%B3rio/83240ffc-02b9-49f6-bf81-6af548c17ace?version=1.2. Acesso em: 6 maio 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 931, de 21 de março de 2005. Institui o Sistema de Avaliação da Educação Básica – Saeb, que será composto por dois processos de avaliação: a Avaliação Nacional da Educação Básica – Aneb, e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar – Anresc. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 55, p. 16-17, 22 mar. 2005. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/prova_brasil_saeb/legislacao/Portaria931_NovoSaeb.pdf. Acesso em: 7 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto n. 6.094, de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação, pela União Federal, em regime de colaboração com Municípios, Distrito Federal e Estados, e a participação das famílias e da comunidade, mediante programas e ações de assistência técnica e financeira, visando a mobilização social pela melhoria da qualidade da educação básica. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 79, p. 5, 24 abr. 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6094.htm. Acesso em: 7 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 564, de 19 de abril de 2017. Altera a Portaria MEC n. 482, de 7 de junho de 2013, que dispõe sobre o Sistema de Avaliação da Educação Básica – Saeb e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 76, p. 23, 20 abr. 2017. Disponível em: http://download.inep.gov.br//educacao_basica/prova_brasil_saeb/legislacao/2017/Portaria_mec_gm_n564_de_19042017_saeb.pdf. Acesso em: 16 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 458, de 5 maio de 2020. Institui normas complementares necessárias ao cumprimento da Política Nacional de Avaliação da Educação Básica. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 85, p. 57, 6 maio 2020. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/saeb/2020/legislacao/portaria_n458_05052020.pdf. Acesso em: 22 maio 2020.

BRAUN, Virginia; CLARKE, Victoria. Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research in Psychology, v. 3, n. 2, p. 77-101, jul./set. 2006. DOI: http://doi.org/10.1191/1478088706qp063oa

CARNOY, Martin; KHAVENSON, Tatiana; FONSECA, Izabel; COSTA, Leandro; MAROTTA, Luana. A educação brasileira está melhorando? Evidências do Pisa e Saeb. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n. 157, p. 450-485, jul./set. 2015. DOI: http://doi.org/10.1590/198053143331

CASTRO, Vanessa Gomes de; TAVARES JÚNIOR, Fernando. Jovens em contextos sociais desfavoráveis e sucesso escolar no ensino médio. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 41, n. 1, p. 239-258, jan./mar. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2175-623656080

COELHO, Maria Inês de Matos. Vinte anos de avaliação da educação básica no Brasil: aprendizagens e desafios. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 59, p. 229-258, abr./jun. 2008. DOI: http://doi.org/10.1590/S0104-40362008000200005

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – CAPES. Diretoria de Avaliação. Relatório do Qualis Periódicos – Área 38: Educação. Brasília, DF: Capes, 2019. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/relatorio-qualis-educacaopdf. Acesso em: 16 abr. 2020.

DANTAS, Claudio Rejane da Silva; MASSONI, Neusa Teresinha; SANTOS, Flávia Maria Teixeira. A avaliação no Ensino de Ciências Naturais nos documentos oficiais e na literatura acadêmica: uma temática com muitas questões em aberto. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 25, n. 95, p. 440-482, abr./jun. 2017. DOI: http://doi.org/10.1590/s0104-40362017002500807

DICKEL, Adriana. A avaliação nacional da alfabetização no contexto do sistema de avaliação da educação básica e do pacto nacional pela alfabetização na idade certa: responsabilização e controle. Cadernos CEDES, Campinas, SP, v. 36, n. 99, p. 193-206, maio/ago. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/CC0101-32622016162940

FERRÃO, Maria Eugénia; BARROS, Gabriela Thamara de Freitas; BOF, Alvana Maria; OLIVEIRA, Adolfo Samuel. Estudo longitudinal sobre eficácia educacional no Brasil: comparação entre resultados contextualizados e valor acrescentado. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 61, n. 4, p. 265-300, dez. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/001152582018160

FRANCO, Ana Maria Paiva; MENEZES-FILHO, Naércio. Uma análise de rankings de escolas brasileiras com dados do Saeb. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 42, n. 2, p. 263-283, abr./jun. 2012. DOI: http://doi.org/10.1590/S0101-41612012000200002

GATTI, Bernardete A. Avaliação de sistemas educacionais no Brasil. Sísifo, Lisboa, n. 9, p. 7-18, ago. 2009. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/144. Acesso em: 26 jun. 2020.

GATTI, Bernardete A.; VIANNA, Heraldo Marelim; DAVIS, Cláudia. Problemas e impasses da avaliação de projetos e sistemas educacionais: dois casos brasileiros. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, n. 4, p. 7-26, jul./dez. 1991. DOI: http://dx.doi.org/10.18222/eae00419912374

GOBBI, Beatriz Christo; LACRUZ, Adonai José; AMÉRICO, Bruno Luiz; ZANQUETTE FILHO, Hélio. Uma boa gestão melhora o desempenho da escola, mas o que sabemos acerca do efeito da complexidade da gestão nessa relação? Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 28, n. 106, p. 198-220, jan./mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s0104-40362019002701786

KAUKO, Jaakko; CENTENO, Vera Gorodski; CANDIDO, Helena; SHIROMA, Eneida; KLUTAS, Anni. The emergence of quality assessment in Brazilian basic education. European Educational Research Journal, Thousand Oaks, v. 15, n. 5, p. 558-579, set. 2016. DOI: http://doi.org/10.1177/1474904116662889

MARQUES, Rodrigo; STIEG, Ronildo; SANTOS, Wagner dos. Exames estandardizados: uma análise dos modelos e das teorias na produção acadêmica. Meta: avaliação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, p. 1-27, jan./mar. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.22347/2175-2753v12i34.2342

MATOS, Daniel Abud Seabra; RODRIGUES, Erica Castilho. Indicadores educacionais e contexto escolar: uma análise das metas do Ideb. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 27, n. 66, p. 662-688, set./dez. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.18222/eae.v27i66.4012

MENDONÇA, Liliane de Paula. A reforma educacional na América Latina e a disseminação de políticas públicas de avaliação de sistemas educacionais. 2014. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufjf.br:8080/jspui/handle/ufjf/1830. Acesso em: 1 maio 2020.

MENEZES-FILHO, Naércio; VASCONCELLOS, Lígia; WERLANG, Sérgio Ribeiro da Costa; BIONDI, Roberta Loboda. Avaliando o impacto da progressão continuada nas taxas de rendimento e desempenho escolar do Brasil. Relatório de Avaliação Econômica. São Paulo: Fundação Itaú Social, 2009. Disponível em: http://pdfs.semanticscholar.org/5de6/6ca73a91c7c7215046c948fa6031d994083c.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

MOHER, David; LIBERATI, Alessandro; TETZLAFF, Jennifer; ALTMAN, Douglas G. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: The Prisma statement. PLOS Medicine, v. 6, n. 7, e1000097, 2009. DOI: http://doi.org/10.1371/journal.pmed.1000097

OLIVEIRA, Ana Cristina Prado de; CARVALHO, Cynthia Paes de. Gestão escolar, liderança do diretor e resultados educacionais no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, e230015, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/s1413-24782018230015

PEREIRA, Sandra Márcia Campos. Projeto Nordeste de educação básica e o fundescola: uma análise do discurso governamental e do banco mundial sobre a qualidade da educação. 2007. 170 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Araraquara, SP, 2007. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/101593. Acesso em: 17 maio 2020.

PESTANA, Maria Inês. Trajetória do Saeb: criação, amadurecimento e desafios. Em Aberto, Brasília, DF, v. 29, n. 96, p. 71-84, maio/ago. 2016. DOI: http://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.29i96.%25p

SOARES, Denilson Junio Marques; SOARES, Talita Emidio Andrade; SANTOS, Wagner dos. Infraestrutura e desempenho escolar na Prova Brasil: aspectos e conexões. Olhar de Professor, Ponta Grossa, PR, v. 23, p. 1-18, jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.5212/10.5212/OlharProfr.v.23.2020.15023.209209227242.0626

SOARES NETO, Joaquim José; JESUS, Girlene Ribeiro de; KARINO, Camila Akemi; ANDRADE, Dalton Francisco de. Uma escala para medir a infraestrutura escolar. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 24, n. 54, p. 78-99, jan./abr. 2013. DOI: https://doi.org/10.18222/eae245420131903

SOUSA, Sandra Zákia; OLIVEIRA, Romualdo Portela. Sistemas estaduais de avaliação: uso dos resultados, implicações e tendências. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 141, p. 793-822, set./dez. 2010. DOI: http://doi.org/10.1590/S0100-15742010000300007

SOUZA, Luciana Karine. Pesquisa com análise qualitativa de dados: conhecendo a Análise Temática. Arquivos Brasileiros de Psicologia, Rio de Janeiro, v. 71, n. 2, p. 51-67, jul./dez. 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-52672019000200005&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 2 jun. 2020.

UCZAK, Lucia Hugo. O PREAL e as políticas de avaliação educacional para a América Latina. 2014. 211 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/94732. Acesso em: 12 maio 2020.

Downloads

Publicado

06-07-2021

Edição

Seção

Artigos