Avaliação e políticas de resultados: condicionantes da atuação do coordenador

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae.v31i78.7624

Palavras-chave:

Avaliação do Rendimento Escolar , Política Educacional , Coordenador Pedagógico , Formação Docente

Resumo

Este artigo traz recortes de uma pesquisa de doutorado cujo objetivo foi conhecer e analisar as práticas formativas empregadas por coordenadores pedagógicos das escolas públicas da rede estadual de ensino na cidade de São Paulo. Os sujeitos participantes foram 402 coordenadores dos ensinos fundamental e médio e foram utilizados como procedimentos metodológicos os métodos mistos (survey, observação e entrevista narrativa), que permitiram combinar olhares quantitativos e qualitativos à pesquisa. Dentre outros aspectos, o estudo revelou que as demandas políticas para alcance de metas e resultados das avaliações exercem influência na atuação do coordenador pedagógico na escola e condicionam as ações de formação docente.

Biografia do Autor

Jeanny Meiry Sombra Silva, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo-SP, Brasil

Doutora em Psicologia da Educação (PUC-SP), Mestre em Letras (Mackenzie), especialista em ensino de Língua Portuguesa (Unicamp) e em Designer Instrucional (Federal de Itajubá). Trabalhou como coordenadora de núcleo pedagógico SEE-SP e gestora de projetos de cursos a distância na Escola de Formação de Professores EFAP/SEE-SP. Atualmente é professora de pós-graduação, ministrando diferentes cursos na área de Educação. Desenvolve conteúdos para cursos EaD e atividades de monitoria e tutoria no Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores PUCSP. Tem dez anos de experiência no campo da formação docente, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de coordenadores, formação de gestores, estratégias de ensino, currículo, avaliação, competência leitora e escritora e formação de tutores e professores EaD.  

Laurinda Ramalho Almeida, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo-SP, Brasil

Cursou Pedagogia e especialização em Orientação Educacional na USP; Mestrado e Doutorado em Psicologia da Educação na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, concluindo o doutorado em 1992. Atuou como professora, orientadora educacional, diretora e supervisora na Rede Pública Estadual e em órgãos centrais da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo. Atualmente é docente do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação e do Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores, ambos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É lider do Grupo de Pesquisa Bases da Psicologia na Educação, no CNPq Em seu Curriculo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da Produção Cientifica são: Formação de Professores, Ensino-Aprendizagem, Psicologia da Educação, Ensino Fundamental, Ensino Público, Coordenação Pedagógica Educacional, Relações Interpessoais, Abordagem Centrada na Pessoa e Psicogenética Walloniana.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BAUER, Adriana. Usos dos resultados do Saresp: o papel da avaliação nas políticas de formação docente. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

BAUER, Adriana; PIMENTA, Claudia Oliveira; NETO, João Luiz H.; SOUSA, Sandra Zákia L. Avaliação em larga escala em municípios brasileiros: o que dizem os números? Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 26, n. 62, p. 326-352, maio/ago. 2015.

BONAMINO, Alicia; SOUSA, Sandra Zákia. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012.

BROOKE, Nigel; CUNHA, Maria Amália de A. A avaliação externa como instrumento da gestão educacional dos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, v. 2, p. 17-79, 2011.

BRUNO, Eliane B. G.; CHRISTOV, Luiza H. S. Reuniões na escola: oportunidades de comunicação e saber. In: BRUNO, Eliane B. G.; ALMEIDA, Laurinda, R.; CHRISTOV, Luiza H. S. O coordenador pedagógico e a formação docente. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2003. p. 55-62.

DEMAILLY, Lise C. Modelos de formação contínua e estratégias de mudança. In: NÓVOA, Antônio. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 139-158.

FERNANDES, Maria José da S. A coordenação pedagógica nas escolas estaduais paulistas: resoluções recentes e atuação cotidiana na gestão e organização escolar. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Goiânia, v. 27, n. 3, p. 361-588, set./dez. 2011.

FERREIRA, Roseli Helena. O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – Saresp: uma análise das provas de leitura e escrita da 4ª. série do ensino fundamental. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2007.

FINI, Maria I. Currículo e avaliação: uma articulação necessária a favor da aprendizagem. In: NEGRI, Barjas; TORRES, Haroldo da G.; CASTRO, Maria Helena G. (org.). A educação básica no estado de São Paulo: avanços e desafios. São Paulo: Fundação Seade/FDE, 2014. p. 359-389.

FRANCO, Maria Laura P. B. Análise de conteúdo. Brasília: Líber Livro, 2003.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 7. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GARCÍA, Carlos M. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: NÓVOA, Antônio. Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 51-76.

GATTI, Bernardete A. Avaliação educacional no Brasil: pontuando uma história de ações. Eccos Revista Científica, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 17-41, 2002.

GATTI, Bernardete A. Avaliação e qualidade da educação. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO, 23., 2007, Porto Alegre. Anais [...]. Porto Alegre: Anpae, 2007. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/seminariopde/documentos/processo5-para_saber_mais_bernadete_gatti.pdf. Acesso em: 28 set. 2020.

GATTI, Bernardete A.; BARRETO, Elba S. S. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: Unesco, 2009.

GIMENES, Nelson; SILVA, Vandré Gomes da; PRÍNCIPE, Lisandra Marisa; LOUZANO, Paula; MORICONI, Gabriela Miranda. Além da prova Brasil: investimento em sistemas próprios de avaliação externa. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 24, n. 55, p. 12-32, abr./ago. 2013.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

MOSCOSO, Javier N. Los métodos mixtos en la investigación en educación: hacia un uso reflexivo. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 164, p. 632-649, abr./jun. 2017.

NÓVOA, Antônio. A formação tem que passar por aqui: as histórias de vida no Projeto Prosalus. In: NÓVOA, Antônio; FINGER, Mathias. O método (auto)biográfico e a formação. 2. ed. Natal: EDUFRN, 2014. p. 143-175.

PESTANA, Maria Inês Gomes S. A experiência em avaliação de sistemas educacionais. Em que avançamos? In: BAUER, Adriana; GATTI, Bernardete A.; TAVARES, Marialva R. (org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: origem e pressupostos. Florianópolis: Insular Livros; Fundação Carlos Chagas, 2013. p. 117-133. (Ciclo de Debates v. 1).

PLACCO, Vera M. N. S.; ALMEIDA, Laurinda R. S.; SOUZA, Vera L. T. O coordenador pedagógico e a formação de professores: intenções, tensões e contradições. Relatório. São Paulo: Fundação Victor Civita, 2011. Disponível em: http://www.fvc.org.br/pdf/apresentacao-coordenadores-qualitativo.pdf. Acesso em: 18 ago. 2017.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Resolução SE - 88, de 19 de dezembro de 2007. Dispõe sobre a função gratificada de Professor Coordenador. 2008a. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/88_07.HTM. Acesso em: 10 fev. 2020.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Resolução SE - 90, de 19 de dezembro de 2007. Dispõe sobre função gratificada de Professor Coordenador nas quatro séries finais do ensino fundamental e no ensino médio, em escolas da rede estadual de ensino. 2008b. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/90_07.HTM. Acesso em: 10 jan. 2020.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo do Estado de São Paulo: Caderno do Gestor. Gestão do Currículo na Escola. São Paulo: SEE, 2008c. v. 3.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Avaliação da aprendizagem em processo: comentários e recomendações pedagógicas. Subsídios para o professor – Matemática. 1ª série do ensino médio – prova 2. São Paulo: SEE, 2012. Disponível em: https://midiasstoragesec.blob.core.windows.net/001/2019/05/mat-prova2-1-em-comentrios-e-recomendaes.pdf. Acesso em: 11 fev. 2020.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Avaliação da aprendizagem em processo: comentários e recomendações pedagógicas. Subsídios para o professor de Língua Portuguesa. 7º ano /2º semestre. São Paulo: SEE, 2014a.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Aula de trabalho pedagógico coletivo (ATPC) em destaque. São Paulo: Coordenadoria de Gestão da Educação Básica/SEE, 2014b. (Documento Orientador CGEB, n. 20).

SÃO PAULO (Estado) Secretaria da Educação. Gestão em Foco – MMR. 2017. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/gestaoemfoco. Acesso em: 10 abr. 2020.

SÃO PAULO (Estado) Secretaria da Educação. Resolução SE n. 18, de 02 de maio de 2019. Dispõe sobre o siglário a ser utilizado, no âmbito da Secretaria de Estado da Educação, pelas unidades que compõem a sua nova estrutura organizacional, e dá providências correlatas. 2019. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/lise/sislegis/detresol.asp?strAto=201905020018. Acesso em: 10 abr. 2020.

SILVA, Jeanny M. S. Diferentes caminhos para formação docente: estratégias empregadas por coordenadores pedagógicos. 2019. 279f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

SILVA, Jeanny M. S.; RABELLO, Kátia M.; ALMEIDA, Laurinda R. As relações interpessoais nos contextos escolares: as várias faces do jogo coletivo. In: PLACCO, Vera M. N. S.; ALMEIDA, Laurinda R. O coordenador pedagógico e a legitimidade de sua atuação. São Paulo: Edições Loyola, 2017. p. 95-116.

SOUSA, Sandra Z.; OLIVEIRA, Romualdo P. Sistemas estaduais de avaliação: uso dos resultados, implicações e tendências. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 141, p. 793-822, set./dez. 2010.

SOUZA, Maria Alba. O uso dos resultados da avaliação externa da escola: relação entre os resultados da avaliação externa e a avaliação interna dos alunos. In: BAUER, Adriana; GATTI, Bernardete A.; TAVARES, Marialva R. (org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: origem e pressupostos. Florianópolis: Insular Livros; Fundação Carlos Chagas, 2013. p. 163-176. (Ciclo de Debates, v. 1).

SOUZA, Vera L. T.; PETRONI, Ana P.; DUGNANI, Lilian A. C. A dimensão do trabalho coletivo na escola: intervenções com a equipe gestora. In. PLACCO, Vera Maria N. S.; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. O coordenador pedagógico no espaço escolar: articulador, formador e transformador. São Paulo: Loyola, 2015. p. 53-72.

SZEWCZUK, Valéria Nunes F. Formação de professores em ATPC: uma leitura a partir dos dados do Saresp. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2013.

TARDIF, Mauricio; MOSCOSO, Javier N. A noção de “profissional reflexivo” na educação: atualidade, usos e limites. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 48, n. 168, p. 388-411, abr./jun. 2018.

VAILLANT, Denise; MARCELO, Carlos. Ensinando a ensinar. As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Editora UTFPR, 2012.

VIANNA, Heraldo M. Avaliações nacionais em larga escala: análises e propostas. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 54, n. 27, p. 41-76, jan./jun. 2003.

VIANNA, Heraldo M. Fundamentos de um programa de avaliação educacional. Brasília: Liber Livro, 2005.

Downloads

Publicado

18-03-2021

Edição

Seção

Artigos