Avaliação educacional: para além da unilateralidade objetivista/subjetivista

Autores

  • Adélia Maria Mariano Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae204320092044

Palavras-chave:

Avaliação da Educação, Avaliação da Aprendizagem, Ensino Básico

Resumo

O presente ensaio discute a unilateralidade objetivista e subjetivista que persiste na avaliação educacional e desenvolve argumentos favoráveis a uma nova forma de avaliar a aprendizagem dos estudantes da escola básica, considerando que as práticas objetivistas e subjetivistas são insuficientes em face de um projeto de uma sociedade emancipada. Com base teórica em autores marxistas, propõe uma prática de avaliação educacional com referência à objetividade social e subordina os instrumentos avaliativos de uso corrente e mesma objetividade.

Biografia do Autor

Adélia Maria Mariano Ferreira

Downloads

Publicado

30-08-2009

Edição

Seção

Temas em Destaque