Os PCN e a elaboração de propostas curriculares no Brasil

Autores

  • Cláudia Valentina Assumpção Galian Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, São Paulo, Brasil

Palavras-chave:

Currículo, Planejamento curricular, Parâmetros curriculares nacionais

Resumo

Este artigo discute aspectos levantados em dois relatórios de pesquisa sobre a produção de propostas curriculares, desenvolvidos em momentos diferentes, um anterior e um posterior à produção dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Relacionam-se esses aspectos às críticas aos Parâmetros e ressalta-se o impacto desse documento na produção recente de propostas curriculares. Expressam continuidade, quando se comparam os relatórios: a pouca referência às questões ligadas à diversidade e à pluralidade cultural; a fundamentação teórica de base construtivista; a opção pela avaliação formativa e a centralidade das disciplinas na organização do currículo. Ressaltam-se as transformações nos contextos de produção das propostas analisadas, que estão na base das mudanças identificadas no tom dos documentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Valentina Assumpção Galian, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, São Paulo, Brasil

Departamento de Metodologia do Ensino e Educação Comparada – EDM – da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FE/USP

claudiavalentina@usp.br

Referências

BARRETTO, Elba S. S. (Coord.). As propostas curriculares oficiais. Análise das propostas curriculares dos estados e de alguns municípios das capitais para o ensino fundamental. (Textos FCC, n. 10). São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 1995. Disponível em: <http://www.fcc.org.br/biblioteca/publicacoes/textos_fcc/arquivos/1321>. Acesso em: 20 fev. 2013.

BERNSTEIN, Basil. A estruturação do discurso pedagógico. Classes, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

BONAMINO, Alicia; SOUSA, Sandra Z. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Relatório de análise de propostas curriculares de ensino fundamental e ensino médio. Brasília, DF: MEC, 2010. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13868:relatorios-programa-curriculo-em-movimento&catid=195:seb-educacaobasica&Itemid=936>. Acesso em: 20 fev. 2013.

CURY, Carlos, R. J. Os Parâmetros Curriculares Nacionais e o ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 2, p. 4-17, maio/ago. 1996.

CURY, Carlos. Lei de Diretrizes e Bases e perspectivas da educação nacional. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 8, p. 72-85, maio/ago. 1998.

GALIAN, Cláudia V. A. Conhecimento escolar de Ciências Naturais no Ensino Fundamental. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.

LOPES, Alice R. C. Política de currículo: recontextualização e hibridismo. Currículo sem Fronteiras, v. 5, n. 2, p. 50-64, 2005.

MOREIRA, Antonio F. B. Propostas curriculares alternativas: limites e avanços. Educação & Sociedade, Campinas, v. 21, n. 73, p. 109-138, dez. 2000.

SAMPAIO, Maria das Mercês F. Propostas curriculares e o processo ensino-aprendizagem. In: SILVA, Fabiany C. T.; PEREIRA, Marcus V. M. (Org.). Observatório de cultura escolar: estudos e pesquisas sobre escola, currículo e cultura escolar. Campo Grande: Editora UFMS, 2013. p. 69-97.

SAMPAIO, Maria das Mercês F.; FALSARELLA, Ana Maria.; MENDES, Mônica F. V. A produção intelectual de crítica aos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. In: COLÓQUIO LUSO-BRASILEIRO SOBRE QUESTÕES CURRICULARES, 2., e COLÓQUIO SOBRE QUESTÕES CURRICULARES, 6. Rio de Janeiro. Currículo: pensar, inventar, diferir, v. 1. Rio de Janeiro: UERJ, 2004. p. 1-10.

SANTOS, Lucíola L. C. P. Políticas públicas para o ensino fundamental: Parâmetros Curriculares Nacionais e Sistema Nacional de Avaliação (SAEB). Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, 2002. Disponível em: <http://www.sciello.br/sciello.php >. Acesso em: 12 fev. 2013.

SANTOS, Lucíola L. C. P. Currículo em tempos difíceis. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 45, p. 291-306, 2007.

SILVA, Tomaz T. Apresentação. In: GOODSON, Ivor F. Currículo: teoria e história. 5. ed. São Paulo: Vozes, 1995. p. 7-13.

ZANCUL, Maria Cristina S. O ensino de ciências de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental: possibilidades e limites da realidade escolar na região de Araraquara. In: BUENO, José Geraldo Silveira (Org.). Escolarização, práticas didáticas, controle e organização do ensino. São Paulo: J. M., 2002. p. 93-120.

Downloads

Publicado

2014-09-09

Como Citar

Galian, C. V. A. (2014). Os PCN e a elaboração de propostas curriculares no Brasil. Cadernos De Pesquisa, 44(153), 648–669. Recuperado de https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/2812

Edição

Seção

Outros Temas