Perfis de estagiários na prática de ensino supervisionada em Portugal

Catarina Tomás, Carolina Gonçalves

Resumo


Este artigo apresenta a identificação de três perfis exploratórios de padrões de práticas reflexivas de 115 estudantes-estagiários/as que frequentam os mestrados de formação de educadores/as de infância e professores/as do 1º e do 2º ciclo do ensino básico, em Portugal continental, em relação à prática de ensino supervisionada (PES). Os dados apresentados, resultantes da análise estatística baseada na análise de correspondências múltiplas (ACM), permitem identificar dois perfis diferenciados pelo impacto das reflexões escritas durante a PES e respetiva justificação, pelo subsistema de ensino superior que frequentam, pela natureza jurídica do subsistema e pelos modelos adotados, bem como um terceiro grupo diferenciado pelo modelo pedagógico adotado e pelo subsistema frequentado. 

Prática de Ensino, Supervisão, Educação Básica, Ensino Superior 

 

Profiles of trainees in supervised teaching practice in Portugal 

This article presents three exploratory profiles of reflexive practices from a sample of 115 student-trainees who attend teacher training masters programs in early childhood education and in teaching 1st and 2nd cycle of basic education, in mainland Portugal, regarding prática de ensino supervisionada (PES) [supervised teaching practice]. The data presented comes from the statistical analysis based on análise de correspondências múltiplas (ACM) [multiple correspondence analysis]. It allows to identify two profiles set apart by the impact of the reflections written during STP and their respective justification based on the subsystem of higher education they attend, the legal nature of the subsystem and the adopted models. The data also differentiated a third group based on the pedagogical model adopted and the subsystem. 

Practice Teaching, Supervision, Basic Education, Higher Education 

 

Profils des stagiaires dans le cadre de la pratique supervisée de l’enseignement au Portugal 

Cet article identifie trois profils exploratoires de modèles de pratiques réflexives concernant la pratique supervisée de l’enseignement (PSE), de 115 étudiants enrôlés en maitrises de formation pour éducateurs/trices de l’enfance et des enseignants des 1er et 2nd cycles de l’éducation de base, au Portugal. Les données proviennent de l’analyse statistique, appuyée sur l’analyse des correspondances multiples (ACM). Ces données permettent d’identifier deux profils qui se différencient non seulement par l’impact des réflexions rédigées pendant la PSE et leur respectives justifications, mais aussi par le sous-système de l’enseignement supérieur choisi par les stagiaires, par la nature juridique du sous-système ainsi que par les modèles adoptés. Un troisième groupe a aussi pu être différencié par le modèle pédagogique adopté et par le sous-système d’enseignement. 

Pratique d'enseignement, Surveillance, Éducation de Base, Enseignement Supérieur 

 

Perfiles de estudiantes en prácticas en la enseñanza supervisada en Portugal 

Este artículo presenta la identificación de tres perfiles exploratorios de patrones de prácticas reflexivas de 115 estudiantes en prácticas que participan en la maestría en formación de docentes de educación infantil y profesores /as de primer y segundo ciclo de enseñanza básica en Portugal continental, en relación con la prática de ensino supervisionada [práctica de enseñanza supervisada] (PES). Los datos presentados, resultantes del análisis estadístico basado en el análisis de correspondencias múltiples (ACM), permiten identificar dos perfiles diferenciados por el impacto de las reflexiones escritas durante la PES y su respectiva justificación, por el subsistema de educación superior al que asisten, por la naturaleza jurídica del subsistema y por modelos adoptados, así como un tercer grupo diferenciado por el modelo pedagógico adoptado y por el subsistema al que asistieron. 

Práctica de Enseñanza, Supervisión, Educación Básica, Enseñanza Superior


Palavras-chave


Prática de Ensino, Supervisão, Educação Básica, Ensino Superior

Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, Isabel; ROLDÃO, Maria do Céu. Supervisão: um contexto de desenvolvimento profissional dos professores. Mangualde: Edições Pedagogo, 2010.

BIANCHETTI, Lucídio; SGUISSARDI, Valdemar (org.). Dilemas da pós-graduação: gestão e avaliação. Campinas: Autores Associados, 2009.

CARDONA, Maria João. Contributos para a história do grupo dos profissionais de Educação de Infância em Portugal. Interacções, Santarém, v. 4, n. 9, p. 4-31, 2008. Disponível em: https://revistas.rcaap.pt/interaccoes/article/view/358. Acesso em: 5 ago. 2019.

CARVALHO, Helena. Análise multivariada de dados qualitativos: utilização de análise de correspondências múltiplas com SPSS. Lisboa: Sílabo, 2008.

COCHRAN-SMITH, Marylin; VILLEGAS, Ana Maria. Research on teacher preparation: charting the landscape of a sprawling field. In: GITOMER, D.; BELLS, C. (ed.). Handbook of research on teaching. Washington: AERA, 2016. p. 439-547.

DEMAZIÈRE, Didier. Typologie et description: à propos de l’intelligibilité des expériences vécues. Sociologie, v. 4, n. 3, p. 333-347, 2013.

ESTRELA, Maria Teresa; ESTEVES, Manuela; RODRIGUES, Ângela. Síntese da investigação sobre formação inicial de professores em Portugal (1990-2000). Porto: Porto, 2002. (Cadernos da Formação de Professores, 5).

EUROPEAN COMMISSION/EACEA/EURYDICE. The European Higher Education Area in 2018: Bologna Process Implementation Report. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2018.

FERREIRA, Pedro. Formação inicial de professores do 1º CEB, supervisão pedagógica e inovação curricular: perceções e reflexões de supervisores e estagiários. 2016, 503 f. Tese (Doutorado em Ciências da Educação) – Universidade do Porto, Porto, 2016.

FERREIRA, Pedro; FERNANDES, Preciosa. Formação inicial de professores do 1º CEB: uma análise focada nos relatórios de estágio. Saber & Educar, Porto, n. 20, p. 244-254, dez. 2015. Disponível em: http://revista.esepf.pt/index.php/sabereducar/article/view/157/pdf_21. Acesso em: 5 ago. 2019.

GALVÃO, Cecília; PONTE, João Pedro (org.). Práticas de formação inicial de professores: participantes e dinâmicas. Lisboa: Instituto de Educação, 2018.

LEITE, Carlinda. Percursos e tendências recentes da formação de professores em Portugal. Educação, Porto Alegre, v. 28, n. 3, p. 371-389, set./dez. 2005. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/848/84805702.pdf. Acesso em: 5 ago. 2019.

LIMA, Licínio; AZEVEDO, Mário; CATANI, Afrânio. O Processo de Bolonha, a avaliação da educação superior e algumas considerações sobre a Universidade Nova. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 13, n. 1, p. 7-36, mar. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v13n1/a02v13n1.pdf. Acesso em: 5 ago. 2019.

PORTUGAL. Ministério da Educação. Decreto-lei n. 43/2007, de 22 de fevereiro. Aprova o regime jurídico da habilitação profissional para a docência na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário. Lisboa, 2007. Disponível em: https://dre.pt/pesquisa/-/search/517819/details/maximized. Acesso em: 28 jan. 2018.

PORTUGAL. Ministério da Educação. Decreto-lei n. 79/2014, de 22 de maio. Aprova o regime jurídico da habilitação profissional para a docência na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário. Lisboa, 2014. Disponível em: https://dre.pt/pesquisa/-/search/25344769/details/maximized. Acesso em: 28 jan. 2018.

RAMALHO, Henrique. Sinuosidades da formação pedagógica e didática dos professores: entre a cultura da performatividade de feição técnico implementalista e o desafio da formação investigativo reflexiva. Saber & Educar, Porto, n. 20, p. 254-263, 2015. Disponível em: http://revista.esepf.pt/index.php/sabereducar/article/view/172. Acesso em: 5 ago. 2019.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, n. 79, p. 71-94, nov. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/nec/n79/04.pdf. Acesso em: 5 ago. 2019.

SERRALHEIRO, José. O processo de Bolonha e a formação dos educadores e professores portugueses. Porto: Profedições, 2005.

TOMÁS, Catarina; GONÇALVES, Carolina. A prática de ensino supervisionada nos mestrados de formação de educadores/as e professores/as em Portugal. Revista Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 14, n. 30, p. 111-134, out. 2018. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4363. Acesso em: 5 ago. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Financiadores: