Demanda por ensino superior: o caso da Universidade Federal da Bahia

Autores

  • Cláudio Pondé Avena

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae02920042161

Palavras-chave:

Economia Da Educação, Educação E Trabalho, Demanda Por Ensino Superior, Capital Humano

Resumo

Este artigo apresenta uma metodologia inovadora para estimação da demanda por educação. Além disso, ele estima, em seção transversal, as demandas agregadas pelos cursos existentes na UFBa a partir da base de dados do Vestibular para os anos de 1993 a 2001(exceto os anos de 1996, 1999 e 2000). Para isto, desenvolvem-se modelos de estimação do custo de oportunidade e de renda vitalícia do aluno. Esta última pode ser interpretada como o estoque de capital humano do indivíduo com educação superior na Região Metropolitana de Salvador. Os modelos estimados apresentam um poder de explicação excepcionalmente alto, com especial destaque para a renda vitalícia, que explica mais de 80% da variabilidade da demanda. Isto demonstra a viabilidade de se utilizar o número de matrículas como proxypara o estoque de capital humano em modelos de crescimento econômico, como é usual na literatura de growth accounting. Outros resultados são apresentados, como as elasticidades da demanda e a taxa marginal de substituição entre o custo de oportunidade e a renda vitalícia.

Biografia do Autor

Cláudio Pondé Avena

Downloads

Publicado

30-06-2004

Edição

Seção

Artigos