Background familiar, retornos da educação e desigualdade racial no Brasil

Autores

Palavras-chave:

Educação, Raça, Família, Desigualdade Social

Resumo

Este trabalho analisa o efeito do background familiar sobre os rendimentos do trabalho e sobre os retornos da escolaridade no Brasil, comparando os resultados obtidos por brancos e negros. São estimadas equações de rendimento com dados de 1996 e 2014 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/IBGE), adotando- -se a escolaridade dos pais do trabalhador como proxy de seu background familiar. Os resultados mostram que ter um diploma universitário tem efeito pronunciado sobre os rendimentos, porém em menor magnitude para os negros. Entre 1996 e 2014, apesar de ter ocorrido uma diminuição do efeito diploma, bem como do diferencial salarial entre brancos e negros, não houve redução da importância do background familiar para o desempenho dos indivíduos no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Verzola Vaz, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Osasco (SP), Brasil.

Professora Adjunta da Escola Paulista de Política, Economia e Negócios da Universidade Federal de São Paulo (EPPEN-UNIFESP, Campus Osasco).

Referências

ARTES, Amélia; RICOLDI, Arlene Martinez. Acesso de negros no ensino superior: o que mudou entre 2000 e 2010. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n. 158, p. 858-881, out./dez. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/ v45n158/1980-5314-cp-45-158-00858.pdf. Acesso em: 3 jun. 2019.

AUGUSTO, Natália; ROSELINO, José Eduardo; FERRO, Andrea Rodrigues. A evolução recente da desigualdade entre negros e brancos no mercado de trabalho das regiões metropolitanas do Brasil. Revista Pesquisa e Debate, São Paulo, v. 26, n. 2(48), p. 105-127, set. 2015. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/rpe/article/view/23066/17600. Acesso em: 16 jun. 2019.

BARROS, Ricardo Paes de; MENDONÇA, Rosane; SANTOS, Daniel Domingues dos; QUINTAES, Giovani. Determinantes do desempenho educacional no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, abr. 2001. Disponível em: http://ppe.ipea.gov.br/index.php/ppe/article/viewFile/159/94. Acesso em: 16 jun. 2019.

BECKER, Gary S. Human capital: a theoretical and empirical analysis with special reference to education. New York: NBER/Columbia University Press, 1964.

BECKER, Gary S.; TOMES, Nigel. An equilibrium theory of the distribution of income and intergenerational mobility. Journal of Political Economy, Chicago, v. 87, n. 6, dez. 1979.

BRASIL. Lei n. 10.097, de 19 de dezembro de 2000. Altera dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei n. 5.452, de 1o de maio de 1943. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 2000.

CAMPANTE, Filipe R.; CRESPO, Anna R. V.; LEITE, Phillippe G. P. G. Desigualdade salarial entre raças no mercado de trabalho urbano brasileiro: aspectos regionais. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 58, n. 2, p. 185-210, jun. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbe/v58n2/a03v58n2. Acesso em: 16 jun. 2019.

CAVALIERI, Claudia Helena; FERNANDES, Reynaldo. Diferenciais de salários por gênero e por cor: uma comparação entre as regiões metropolitanas brasileiras. Revista de Economia Política, v. 18, n. 1, p. 158-175, jan./mar. 1998. Disponível em: http://www.rep.org.br/PDF/69-10.PDF. Acesso em: 16 jun. 2019.

CRESPO, Anna; REIS, Mauricio Cortez. Sheepskin effects and the relationship between earnings and education: analyzing their evolution over time in Brazil. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 63, n. 3, p. 209-231, jul./set. 2009. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/article/view/1017/954. Acesso em: 6 jun. 2019.

CURRIE, Janet; MORETTI, Enrico. Mother’s education and the intergenerational transmission of human capital: evidence from college openings. The Quarterly Journal of Economics, Oxford, v. 118, n. 4, p. 1495-1532, 2003.

DAVANZO, Eloá Sales; FERRO, Andrea Rodrigues. Retornos à educação: uma análise da redução do diferencial salarial por anos de estudo no Brasil no período de 2001 a 2012. In: ENCONTRO DE ECONOMIA DA REGIÃO SUL – ANPEC-SUL, 19., 2016, Florianópolis. Anais [...] Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2016. Disponível em: https://www.anpec.org.br/sul/2016/submissao/files_I/i2-c8df9b0eb400991c63fabcda38ea8713.pdf. Acesso em: 5 jun. 2019.

GOLDIN, Claudia; KATZ, Lawrence F. The race between education and technology: the evolution of U.S. educational wage differentials, 1890 to 2005. Cambridge, Mass.: National Bureau of Economic Research, mar. 2007. (Working Paper n. 12984).

GONZALEZ, Lélia; HASENBALG, Carlos Alfredo. Lugar de negro. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1982.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA. Um retrato de duas décadas do mercado de trabalho brasileiro utilizando a Pnad. Comunicados do Ipea, n. 160, 31p., 7 out. 2013. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/ bitstream/11058/3318/1/Comunicados_n160_Retrato.pdf. Acesso em: 11 jun. 2019.

LAM, David. Generating extreme inequality: schooling, earnings, and intergenerational transmission of human capital in South Africa and Brazil. Ann Arbor: University of Michigan, ago. 1999. 43p. (Population Studies Center Research Report n. 99-439).

LAM, David; SCHOENI, Robert F. Effects of family background on earnings and returns to schooling: evidence from Brazil. Journal of Political Economy, Chicago, v. 101, n. 4, p. 710-740, 1993.

MACHADO, Danielle Carusi; GONZAGA, Gustavo. O impacto dos fatores familiares sobre a defasagem idade-série de crianças no Brasil. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 61, n. 4, p. 449-476, 2007. Disponível em: http://www. scielo.br/pdf/rbe/v61n4/a02v61n4.pdf. Acesso em: 11 jun. 2019.

MANACORDA, Marco; SANCHEZ-PARAMO, Carolina; SCHADY, Norbert. Changes in returns to education in Latin America: the role of demand and supply of skills. Industrial and Labor Relations Review, v. 63, n. 2, Jan. 2010. Disponível em: http://personal.lse.ac.uk/manacorm/lac.pdf. Acesso em: 6 jun. 2019.

MINCER, Jacob. Investment in human capital and personal income distribution. Journal of Political Economy, Chicago, v. 66, n. 4, p. 281-302, 1958.

MINCER, Jacob. Schooling, experience and earnings. Massachusetts: National Bureau of Economic Research, 1974.

MONTENEGRO, Claudio E.; PATRINOS, Harry A. Comparable estimates of returns to schooling around the world. Washington: World Bank Group, 2014. (Policy Research Working Paper n. 7020).

MONTGOMERY, James D. Social networks and labor-market outcomes: toward an economic analysis. The American Economic Review, v. 81, n. 5, p. 1408-1418, dez. 1991.

OLIVEIRA, Lívio Luiz Soares de. Expansão de matrículas e massificação do ensino superior no Brasil. Carta de Conjuntura, FEE, ano 26, n. 11, 2017. Disponível em: http://carta.fee.tche.br/article-tags/taxa-bruta-de-matricula/. Acesso em: 5 jun. 2019.

OREOPOULOS, Philip; PETRONIJEVIC, Uros. Making college worth it: a review of the returns to higher education. The Future of Children, v. 23, n. 1, p. 41-65, 2013.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – OCDE. Adult education level (indicator). 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1787/36bce3fe-en. Acesso em: 15 ago. 2018.

PSACHAROPOULOS, George. Returns to education: an international comparison. Amsterdam, San Francisco: Elsevier and Jossey-Bass, 1973.

PSACHAROPOULOS, George. Returns to education: an updated international comparison. Comparative Education, v. 17, n. 3, p. 321-341, 1981.

RAMOS, Lauro; VIEIRA, Maria Lúcia. A relação entre educação e salários no Brasil. In: INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA. A economia brasileira em perspectiva 1996. v. II. Rio de Janeiro: Ipea, 1996. cap. 21. p. 493-510.

REIS, Mauricio Cortez; RAMOS, Lauro. Escolaridade dos pais, desempenho no mercado de trabalho e desigualdade de rendimentos. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 65, n. 2, p. 177-205, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/ pdf/rbe/v65n2/a04v65n2.pdf. Acesso em: 5 jun. 2019.

RIANI, Juliana de Lucena Ruas; RIOS-NETO, Eduardo Luiz Gonçalves. Background familiar versus perfil escolar do município: qual possui maior impacto no resultado educacional dos alunos brasileiros? Revista Brasileira de Estudos da População, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 251-269, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbepop/v25n2/v25n2a04.pdf. Acesso em: 11 jun. 2019. RIOS-NETO, Eduardo L. G.; CÉSAR, Cibele Comini; RIANI, Juliana de Lucena Ruas. Estratificação educacional e progressão escolar por série no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 32, n. 3, p. 395-415, dez. 2002. Disponível em: http://ppe.ipea.gov.br/index.php/ppe/article/viewFile/137/72. Acesso em: 5 jun. 2019.

ROCHA, Emerson Ferreira. O negro no mundo dos ricos: um estudo sobre a disparidade racial de riqueza no Brasil com os dados do Censo Demográfico de 2010. 2015. 193 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

SCHULTZ, Theodore William. O valor econômico da educação. Rio de Janeiro: Zahar, 1964.

SCHULTZ, Theodore William. Education investment and returns. In: CHENEY, Hollis B.; SRINIVASAM, T. Handbook of development economics. Amsterdam: Elsevier, 1988. v. 1. Chapter 13, p. 543-630.

SILVA, Nelson do Valle; HASENBALG, Carlos. Recursos familiares e transições educacionais. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 18 (Suplemento), p. 67-76, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v18s0/13794.pdf. Acesso em: 11 jun. 2019. SILVA JÚNIOR, Luiz Honorato da; SAMPAIO, Yony. Qualidade da escola e background familiar na formação de capital humano no Brasil. Planejamento e Políticas Públicas, Recife, n. 45, p. 275-300, 2015. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/ ppp/index.php/PPP/article/view/486/378. Acesso em: 5 jun. 2019.

SOARES, Sergei Suarez Dillon. O perfil da discriminação no mercado de trabalho: homens negros, mulheres brancas e mulheres negras. Brasília: Ipea, nov. 2000. 26p. (Texto para Discussão n. 769). Disponível em: http://www.ipea.gov.br/pub/ td/2000/td_0769.pdf. Acesso em: 10 jul. 2018.

SOLON, Gary. A model of intergenerational mobility variation over time and place. In: CORAK, Miles (ed.). Generational income mobility in North America and Europe. Cambridge: Cambridge University Press, 2004. p. 38-47.

SOUZA, André Portela de; PONCZEK, Vladimir Pinheiro; OLIVA, Bruno Teodoro; TAVARES, Priscilla Albuquerque. Fatores associados ao fluxo escolar no ingresso e ao longo do ensino médio no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 42, n. 1, p. 5-39, abr. 2012. Disponível em: http://ppe.ipea.gov.br/index.php/ppe/article/viewFile/1322/1110. Acesso em: 11 jun. 2019.

TROW, Martin A. Reflections on the transition from elite to mass to universal access: forms and phases of higher education in modern societies since WWII. In: FOREST, James J. F.; ALTBACH, Philip G. (ed.) International handbook of higher education. Dordrecht: Springer, 2007. Cap. 13. p. 243-280. (Springer International Handbooks of Education, 18).

ZUCCHI, Juliana D.; HOFFMANN, Rodolfo. Diferenças de renda associadas à cor: Brasil, 2001. Revista Pesquisa e Debate, São Paulo, v. 15, n. 1(25), p. 107-129, 2004.

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Vaz, D. V. (2021). Background familiar, retornos da educação e desigualdade racial no Brasil. Cadernos De Pesquisa, 50(177), 845–864. Recuperado de https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/6700

Edição

Seção

Artigos