Do Instituto de Educação à Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo.

Autores

  • Bruno Bontempi Jr. Faculdade de Educação - USP

Palavras-chave:

Instituto de Educação, Faculdade de Filosofia, Pedagogia, Didática

Resumo

O artigo trata das relações pessoais e institucionais desencadeadas pelo ato de incorporação da Escola de Professores do extinto Instituto de Educação à Seção de Educação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo. Os episódios narrados concernem à divisão de funções e de status na unidade formada nessa incorporação, pelos quais se pretende mostrar que, para além dos argumentos racionais e das justificativas de ordem epistemológica, os cursos de Pedagogia e de Didática tiveram seus destinos definidos na configuração do campo devido a uma conjunção de fatores, tais como disputas internas pelo poder na universidade, interesses profissionais dos discentes, rivalidades entre as áreas do conhecimento e lutas por status. Sugere-se que a condição desses cursos, tidos como inferiores e até mesmo inúteis no recinto da universidade, guarda certa relação com os conflitos e acomodações alimentados por tais fatores.

Biografia do Autor

Bruno Bontempi Jr., Faculdade de Educação - USP

Downloads

Publicado

06-06-2013

Edição

Seção

Outros Temas