Hospitalidade e integração na arquitetura do comum nas sociabilidades escolares

Autores

Palavras-chave:

Sociabilidade, Justiça, Escolas, Alunos

Resumo

O presente artigo parte de dados recolhidos de uma pesquisa centrada nas sociabilidades escolares, pretendendo-se, na esteira de uma sociologia dos envolvimentos e comunalidades, trazer à luz outros ângulos da justiça escolar e do fazer o comum na escola. É, concretamente, mobilizada uma técnica designada por questionário por cenários, em que, a partir de uma narrativa de carácter dilemático, pretende-se aceder aos sentidos morais evidenciados por alunos inquiridos. Analisamos em particular as inquietações em torno do respeito, reconhecimento, hospitalidade e decência trazidas à colação por esses atores nas interações e nos juízos críticos produzidos – juízos esses que transcendem leituras meramente feitas a partir dos dispositivos formais reguladores das condutas no espaço escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOLTANSKI, Luc; THÉVENOT, Laurent. On justification: economies of worth. New Jersey: Princeton University Press, 2006.

BREVIGLIERI, Marc. L’arc expérientiel de l’adolescence: esquive, combine, embrouille, carapace et étincelle… Éducation et Sociétés, v. 1, n. 19, p. 99-113, 2007.

BREVIGLIERI, Marc. L’insupportable. L’excès de proximité, l’atteinte à l’autonomie et le sentiment de violation du privé. In: BREVIGLIERI, Marc; LEFAYE, Claudette; TROM, Danny (org.). Compétences critiques et sens de la justice. Paris: Economica, 2009. p. 125-149.

BREVIGLIERI, Marc; STAVO-DEBAUGE, Joan. L’hypertrophie de l’oeil: pour une anthropologie du passant singulier qui s’aventure à découvert. In: CEFAÏ, Daniel; SATURNO, Carole (org.). Itinéraires d’un pragmatiste: Autour d’Isaac Joseph. Paris: Economica, 2007. p. 79-98.

BOTLER, Alice Miriam Happ. Injustiça, conflito e violência: um estudo de caso em escola pública de Recife. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 6, n. 161, p. 716-732, jul./set. 2016.

DANIC, Isabelle; DELALANDE, Julie; RAYOU, Patrick. Enquêtes auprès d’enfants et de jeunes: objets, méthodes et terrains de recherche en sciences sociales. Rennes: PU Rennes, 2006.

DUBET, François. L’école des chances: qu’est-ce qu’une école juste? Paris: Le Seuil, 2004.

DUBET, François. Conflits de justice à l’école et au-delà. In: DURU-BELLAT, Marie; MEURET, Denis (org.). Les sentiments de justice à et sur l’école. Bruxelles: De Boeck, 2009. p. 43-55.

ERANTI, Veikko. Engagements, grammars, and the public: from the liberal grammar to individual interests. European Journal of Cultural and Political Sociology, v. 5, n. 1-2, p. 42-65, mar. 2018. doi: 10.1080/23254823.2018.1442733

EURYDICE. A educação para a cidadania nas escolas da Europa. Lisboa: Gabinete de Informação e Avaliação do Sistema Educativo do Ministério da Educação de Portugal, 2005. Disponível em: http://www.oei.es/valores2/cidpt1.pdf. Acesso em: 22 jun. 2020.

HONNETH, Axel. Luta pelo reconhecimento: para uma gramática moral dos conflitos sociais. Lisboa: Edições 70, 2011.

LEMIEUX, Cyril. Le devoir et la grâce. Paris: Economica, 2009.

MARGALIT, Avishaï. The decent society. London: Harvard University Press, 1996.

MOTA, Fábio Reis. Manda quem pode e obedece quem tem juízo? Uma reflexão antropológica sobre disputas e conflitos nos espaços públicos brasileiro e francês. Revista Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, Rio de Janeiro, n. 4, p. 107-126, 2009.

OLIVEIRA, Luís Roberto Cardoso de. Existe violência sem agressão moral? Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 23, n. 67, p. 135-146, 2008.

PHARO, Patrick. La logique du respect. Paris: Les Éditions du CERF, 2001.

PORTUGAL. Decreto-Lei n. 6, de 18 de janeiro de 2001. Aprova a reorganização curricular do ensino básico. Diário da República, Lisboa, Portugal, n. 15, 18 jan. 2001. Série I-A.

PORTUGAL. Decreto-Lei n. 209, de 17 de outubro de 2002. Altera o artigo 13º e os anexos I, II e III do Decreto-Lei n. 6, de 18 de janeiro de 2001, que estabelece os princípios orientadores da organização e da gestão curricular do ensino básico, bem como da avaliação das aprendizagens e do processo de desenvolvimento do currículo nacional. Diário da República, Lisboa, Portugal, n. 240, 17 out. 2002. Série I-A.

PUREZA, José Manuel; HENRIQUES, António Mendo; FIGUEIREDO, Carla Cibele; PRAIA, Maria. Educação para a cidadania: cursos gerais e cursos tecnológicos 2. Lisboa: Ministério da Educação, 2001.

RAYOU, Patrick. La cité des lycéens. Paris: L’Harmattan, 1998.

RESENDE, José Manuel. A sociedade contra a escola? A socialização política escola num contexto de incerteza. Lisboa: Instituto Piaget, 2010.

RESENDE, José Manuel; DIONÍSIO, Bruno. A escola pública como “arena” política: contexto e ambivalências da socialização política escolar. Análise Social, Lisboa, v. 176, p. 661-680, out. 2005.

RESENDE, José Manuel; GOUVEIA, Luís. As artes de fazer o comum nos estabelecimentos de ensino: outras aberturas sociológicas sobre os mundos escolares. Forum Sociológico, Lisboa, v. 23, p. 97-106, 2013.

SCHILLING, Flávia; ANGELUCCI, Carla Biancha. Conflitos, violências, injustiças na escola? Caminhos possíveis para uma escola justa. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 46, n. 161, p. 694-715, jul./set. 2016.

SIMIÃO, Daniel Schroeter. Representando o corpo e violência: a invenção da “violência doméstica” em Timor-Leste. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 21, n. 61, p. 133-45, 2006.

STAVO-DEBAUGE, Joan. L’idéal participatif ébranlé par l’accueil de l’étranger: l’hospitalité et l’appartenance en tension dans une communauté militante. Participations, v. 9, n. 2, p. 37-70, 2014.

STAVO-DEBAUGE, Joan. Qu’est-ce que l’hospitalité? Recevoir l’étranger à la communauté. Montréal: Liber, 2017.

STAVO-DEBAUGE, Joan; DELEIXHE, Martin; CARLIER, Louise. HospitalitéS: l’urgence politique et l’appauvrissement des concepts. SociologieS, 13 mar. 2018. Disponível em: http://journals.openedition.org/sociologies/6785. Acesso em: 10 ago. 2018.

THÉVENOT, Laurent. L’action au pluriel: sociologie des régimes d’engagement. Paris: La Découverte, 2006.

THÉVENOT, Laurent. Conventions for measuring and questioning policies: the case of 50 years of policy evaluations through a statistical survey. Historical Social Research, v. 36, n. 4, p. 192-217, Jan. 2011.

ZACCAÏ-REYNERS, Nathalie. Questions de respect: enquête sur les figures contemporaines du respect. Bruxelles: Éditions de l’Université de Bruxelles, 2008.

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Resende, J. M., Gouveia, L., & Beirante, D. (2021). Hospitalidade e integração na arquitetura do comum nas sociabilidades escolares. Cadernos De Pesquisa, 50(177), 641–659. Recuperado de https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/6808

Edição

Seção

Tema em Destaque