Religião e educação no Brasil: uma leitura em periódicos (2003-2013)

Autores

  • Maria da Graça Jacintho Setton Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FE/USP, São Paulo, São Paulo, Brasil
  • Gabriela Abuhab Valente Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FE/USP, São Paulo, São Paulo, Brasil

Palavras-chave:

Educação, Religião, Periódicos, Revisão de Literatura

Resumo

 

O artigo faz uma análise de textos que estabelecem interface entre religião e educação das áreas da antropologia, educação, história e sociologia. A investigação se localiza entre 2003 e 2013, em periódicos de seletiva política editorial. A partir da leitura, considera-se o Brasil um país fortemente religioso, ainda que as religiões tradicionais tenham perdido espaço. Ademais, é perceptível que ambas as esferas estejam marcadas por uma tensão em que demandas de ordem secular e religiosa estão presentes, sobretudo no plano das identidades políticas e culturais. A religiosidade do brasileiro apresenta-se forte enquanto prática de cultura, sendo a fé, para muitos, um alento para os momentos de vazios institucionais e existenciais, bem como instrumento identitário.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Graça Jacintho Setton, Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FE/USP, São Paulo, São Paulo, Brasil

Professora Livre-Docente em Sociologia da Educação pela Faculdade de Educação - USP - 2009. Realizou Graduação e Mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1982 e 1989) e doutorado em Sociologia pela FFLCH -Universidade de São Paulo (1996). Atua na área de Sociologia, Sociologia da Educação e Sociologia da Cultura, com ênfase em temas relativos aos processos educativos e socializadores numa perspectiva institucional (escola, mídia, religião, família, organizações voluntárias, ongs), como na perspectiva individual. Entre os anos de 2010 a 2013 foi coordenadora do GT 14 - Sociologia da Educação da Anped. Atualmente é membro do Comitê Científico desta mesma instituição. É coordenadora do GPS - Grupo Práticas de Socialização Contemporâneas, desde 2003. Em 1997 realizou seu primeiro pós-doc no NUPES - USP. Em 2000, esteve na França (EHESS - Paris), realizando pesquisa de pós-doutoramento. Em 2008, atuando como professora convidada, fez um estágio de pesquisa no Groupe de Recherche sur la Socialisation, na Université Lumière 2 , em Lyon, França e na Universidade de Coimbra, Portugal. Em 2012, esteve na Université Paris-Descartes, Sorbonne, Sciences Humaines et Sociales, com a oportunidade de mais um estágio de pesquisa. Entre agosto de 2012 e abril de 2013, realizou um pós-doc no IFCH- UNICAMP.

Gabriela Abuhab Valente, Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FE/USP, São Paulo, São Paulo, Brasil

Doutoranda em Sociologia da Educação na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP). Realizou Graduação e Mestrado na FEUSP. Atua na área de Sociologia da Educação e Sociologia da Religião, com ênfase em temas relativos aos processos educativos e socializadores na escola pública e sua interface com a esfera religiosa. É membro do GPS - Grupo Práticas de Socialização Contemporâneas.

Referências

ABEL, Olivier. Igreja e estado. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 32, n. 63, 2012.

ABREU, Jean Luiz Neves. Difusão, produção e consumo das imagens visuais: o caso dos ex-votos mineiros do século XVIII. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 25, n. 49, jan./jun. 2005.

ABUMANSSUR, Edin Sued (Org.). Turismo religioso: ensaios antropológicos sobre religião e turismo. Campinas: Papirus, 2003. 176 p. Resenha de: BRAGA, Antônio Mendes da C. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 9, n. 20, out. 2013.

ALGRANTI, Joaquim. De la sanidad del cuerpo a la sanidad del alma – estudio sobre la lógica de construcción de las identidades colectivas en el neo-pentecostalismo argentino. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

ALMEIDA, Jane Soares de. Missionárias norte-americanas na educação brasileira: vestígios de sua passagem nas escolas de São Paulo no século XIX. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 35, maio/ago. 2007.

ALMEIDA, Ronaldo. Religião na metrópole paulista. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 19, n. 56, out. 2004.

ALONSO, Ângela. A teatralização da política: a propaganda abolicionista. Tempo Social, São Paulo, v. 24, n. 2, 2012.

ALVES, Daniel. Aportes teórico-metodológicos para o estudo de redes transnacionais de líderes pentecostais e carismáticos. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 37, jan./jun. 2012.

ALVES, José Augusto L. Coexistência cultural e “guerras de religião”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 25, n. 72, dez. 2010.

AMOROSO, Marta. Natureza e sociedade: disputas em torno do cultivo da paisagem em Itambacuri. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 24, n. 71, out. 2009.

ANDRADE, Marcelo. Sobre pluralismo, verdade e tolerância: diálogos epistemológicos e éticos para uma educação intercultural. Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 117, out./dez. 2011.

ARAUJO, Melvina Afra Mendes de. Antropologia na missão: relações entre a etnologia confessional de padre Schmidt e a antropologia acadêmica. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 33, n. 1, 2013.

ARTEAGA, Juanma S. O darwinismo e o sagrado na segunda metade do século XIX: alguns aspectos ideológicos e metafísicos do debate. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 28, n. 56, 2008.

BAKKE, Rachel Rua B. Tem orixá no samba: Clara Nunes e a presença do candomblé e da umbanda na música popular brasileira. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 2, dez. 2007.

BAPTISTA, José Renato de Carvalho. Não é meu, nem é seu, mas tudo faz parte do axé: algumas considerações preliminares sobre o tema da propriedade de terreiros de candomblé. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

BARRETO, Alessandra. Notícias de uma guerra: estratégias, ameaças e orações. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 27, jan./jun. 2007.

BAUBÉROT, Jean; MILOT, Micheline. Laïcités sans frontières. Paris, Seuil, 2011. 349 p. Resenha de: GIUMBELLI, Emerson. Fronteiras da laicidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 27, n. 79, jun. 2012.

BIRMAN, Patrícia. Conexões políticas e bricolagens religiosas: questões sobre o pentecostalismo a partir de alguns contrapontos. In: SANCHIS, Pierre. (Org.). Fiéis e cidadãos: percursos de sincretismo no Brasil. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2001. p. 59-86.

BIRMAN, Patrícia. O poder da fé, o milagre do poder: mediadores evangélicos e deslocamento de fronteiras sociais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 37, p. 133-153, jan./jun. 2012.

BIRMAN, Patricia; MACHADO, Carly. A violência dos justos: evangélicos, mídia e periferias da metrópole. Revista Brasileira de Ciências Sociais. São Paulo, v. 27, n. 08, out. 2012.

BOYER, Veronique. Passado português, presente negro e indizibilidade ameríndia: o caso de Mazagão Velho, Amapá. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

BURITY, Joanildo A. Religião, política e cultura. Tempo Social, São Paulo, v. 20, n. 2, 2008.

CAMPOS, Judas Tadeu de. A educação do caipira: origem e formação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 115, abr./jun. 2011.

CAMPOS, Leonildo Silveira. O discurso acadêmico de Rubem Alves sobre “protestantismo” e “repressão”: algumas observações 30 anos depois. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

CAMPOS, Névio de. Debate sobre o ensino religioso na capital paranaense: entre a tribuna e a imprensa (1922-1931). Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 1, abr. 2011.

CAMPOS, Roberta Bivar Carneiro. O profeta, a palavra e a circulação do carisma pentecostal. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 54, n. 2, 2011.

CAMURÇA, Marcelo Ayres. Estaria o catolicismo na França do século XXI caminhando em direção a um perfil comunitário? Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, 2010.

CAMURÇA, Marcelo Ayres; GIOVANNINI JR., Oswaldo. Religião, patrimônio histórico e turismo na Semana Santa em Tiradentes (MG). Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 9, n. 20, out. 2003.

CANDAU, Vera M. Diferenças culturais, interculturalidade e educação em direitos humanos. Educação e Sociedade, Campinas, v. 33, n. 118, jan./mar. 2012.

CAPONE, Stefania. Os Yorubá do novo mundo: religião, etnicidade e nacionalismo negro nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Pallas, 2011. 361 p. Resenha de: ORO, Ari Pedro. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 37, jan./jun. 2012.

CARRANZA, Brenda; MARIZ, Cecília; CAMURÇA, Marcelo (Org.). Novas comunidades católicas: em busca do espaço moderno. Aparecida: Idéias & Letras, 2009, 288 p. Resenha de: CAMPOS, Leonildo Silveira. Novas comunidades católicas ou crise do sistema paroquial? Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, 2010.

CAVALIERE, Ana Maria. Quando o estado pede socorro à religião. Revista Contemporânea de Educação, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, 2006. Disponível em: <https://revistas.ufrj.br/index.php/rce/article/view/1503>. Acesso em: 20 jul. 2013.

CERNADAS, César Ceriani; CAROZZI, Maria Julia (Org.). Ciências sociales y religión en América Latina: perspectivas en debate. Buenos Aires: Biblios, ACSRM, 2007. 224 p. Resenha de: TEIXEIRA, César Pinheiro. Repensando paradigmas e criando novas possibilidades: a diversidade da produção das ciências sociais da religião na América Latina. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 1, jul. 2008.

COLLEVATTI, Jayne Hunger. A invenção (franciscana) da cultura munduruku: sobre a produção escrita dos missionários da Província de Santo Antônio. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 52, n. 2, 2009.

CONDORCET, Marquis de. Cinco memórias sobre a instrução pública. São Paulo. Editora da UNESP. 2008. Resenha de: PIOZZI, Patrizia. Ensino laico e democracia na época das luzes: as ‘memórias’ de Condorcet para a instrução pública. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 108, out. 2009.

CONTINS, Marcia Religião, etnicidade e globalização: uma comparação entre grupos religiosos nos contextos brasileiro e norte-americano. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 51, n. 1, 2008.

CORTEN, André et al., Imaginaires religieux et politiques en Amérique Latine: les contours des renvois de signification. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 27, jan./jun. 2007.

CUNHA, Luiz Antônio. Ensino religioso nas escolas públicas: a propósito de um seminário internacional. Educação e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 97, set./dez. 2006.

CUNHA, Luiz Antônio. Sintonia oscilante: religião, moral e civismo no Brasil – 1931/1997. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 131, maio/ago. 2007.

CUNHA, Luiz Antônio. A educação na concordata Brasil-Vaticano. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 106, abr./jun. 2009.

CUNHA, Luiz Antônio. O Sistema Nacional de Educação e o ensino religioso nas escolas públicas. Educação e Sociedade, Campinas, v. 34, n. 124, jul./set. 2013.

CUNHA, Luiz Antônio; FERNANDES, Vania. Um acordo insólito: ensino religioso sem ônus para os poderes públicos na primeira LDB. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 4, 2012.

CURY, Carlos Roberto J. Ensino religioso na escola pública: o retorno de uma polêmica recorrente. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 27, set./dez. 2004.

DATAFOLHA, Opinião Pública, Religião: fatia de católicos é a menor em duas décadas, julho de 2013. Caderno Especial. Disponível em: <http://datafolha.folha.uol.com.br/opiniaopublica/2013/07/1314857-fatia-de-catolicos-e-a-menor-em-duas-decadas.shtml>. Acesso em: 22 jul. 2013.

DENNETT, Daniel. C. Breaking the spell: religion as a natural phenomenon. Penguin, 2006. 476 p. Tradução: Quebrar o feitiço: a religião como fenómeno natural. Lisboa: Esfera do Caos, 2008. 336 p. Resenha de: CESCON, Everaldo. Breaking the spell: é a religião um fenômeno natural? Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

DICKIE, Maria Amélia; LURI, Janayna de Alencar. O ensino religioso e a interpretação da lei. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 27, jan./jun. 2007.

DROOGERS, André. Religião, identidade e segurança entre imigrantes luteranos da Pomerânia, no Espírito Santo (1880-2005). Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 38, n. 1, jul. 2008.

DUARTE, Luiz; CARVALHO, Emilio N. de. Religião e psicanálise no Brasil contemporâneo: novas e velhas Weltanschauungen. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 48, n. 2, jul./dez. 2005.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

FAULHABER, Priscila. As estrelas eram terrenas: antropologia do clima, da iconografia e das constelações Ticuna. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 47, n. 2, jul./dez. 2004.

FERREIRA, Francirosy C. Barbosa. Teatralização do sagrado islâmico: a palavra, a voz e o gesto. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 29, n. 1, 2009.

FILHO, Fernando Pinheiro. A invenção da ordem: intelectuais católicos no Brasil. Tempo Social, São Paulo, v. 19, n. 1, jun. 2007.

FISCHMANN, Roseli. A proposta de concordata com a Santa Sé e o debate na Câmara Federal. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 107, maio/ago. 2009.

FRIGERIO, Alejandro. O paradigma da escolha racional: mercado regulado e pluralismo religioso. Tempo social, São Paulo, v. 20, n. 2, 2008.

GIUMBELLI, Emerson. O “baixo espiritismo” e a história dos cultos mediúnicos. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 9, n. 19, 2003.

GIUMBELLI, Emerson. A presença do religioso no espaço público: modalidades no Brasil. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

GIUMBELLI, Emerson. A religião nos limites da simples educação: notas sobre livros didáticos e orientações curriculares de ensino religioso. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 53, n. 1, p. 39-78, 2010.

GIUMBELLI, Emerson. A noção de crença e suas implicações para a modernidade: um diálogo imaginado entre Bruno Latour e Talal Asad. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 17, n. 35, jan./jun. 2011.

GIUMBELLI, Emerson. A religião nos limites da simples educação: notas sobre livros didáticos e orientações curriculares de ensino religioso. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 53, n. 1, 2012.

GOLDMAN, Marcio. Cavalo dos Deuses: Roger Bastide e as transformações das religiões de matriz africana no Brasil. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 54, n. 1, 2011.

GOMES, Edlaine de Campos. Morte em família: ritos funerários em tempo de pluralismo religioso. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 49, n. 2, jul./dez. 2006.

GOMES, Edlaine de Campos. A era das catedrais: a autenticidade em exibição. Uma etnografia. Rio de Janeiro: Garamond, 2011. 268 p. Resenha de: MENEZES, Rachel A. Autenticidade e religião: a Igreja Universal do Reino de Deus e a era das catedrais. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 1, 2012.

GONÇALVES, José; CONSTINS, Marcia. Entre o divino e os homens: a arte nas festas do Divino Espírito Santo. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 14, n. 29, jan./jun. 2008.

GONÇALVES, Marcos. Missionários da “boa imprensa”: a revista Ave Maria e os desafios da imprensa católica nos primeiros anos do século XX. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 28, n. 55, 2008.

GRIJÓ, Luiz Alberto. Os soldados de Deus: religião e política na Faculdade de Direito de Porto Alegre na primeira metade do século XX. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 34, n. 64, dez. 2012.

HALLOY, Arnaud. Um candomblé na Bélgica: traços etnográficos de tentativa de instalação e suas dificuldades. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 47, n. 2, jul./dez. 2004.

HERVIEU-LÉGER, Danièle. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 2008. 238 p. Resenha de: CRUZ, João Everton da. Religião em movimento. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2000. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: <http://www.sidra.ibge.gov.v.br/cd/cd2010CGP.asp?o=13&i=P>. Acesso em: 20 maio 2013.

KNOBLAUCH, Adriane. Relações entre religião, gosto por criança e mudança social: a escolha por pedagogia. In: COLÓQUIO LUSO-BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO, 4., 2014. Porto. Anais... Porto: Universidade do Porto, 2014.

LATOUR, Bruno. O que é iconoclash? Ou, há um mundo além das guerras de imagem? Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 14, n. 29, jan./jun. 2008.

LEHMANN, David. A milagrosa economia da religião: um ensaio sobre capital social. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 27, jan./jun. 2007.

LEITE, Fabio Carvalho. O laicismo e outros exageros sobre a Primeira República no Brasil. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, jun. 2011.

LEVY, Chairman. Influência e contribuição: a Igreja Católica Progressista Brasileira e o Fórum Social Mundial. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 29, n. 2, 2009.

LEWGOY, Bernardo. Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 10, n. 22, jul./dez. 2004.

LEWGOY, Bernardo. A transnacionalização do espiritismo kardecista brasileiro: uma discussão inicial. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 1, jul. 2008.

LOPES, José Rogério. Círio de Nazaré: agenciamentos, conflitos e negociação da identidade amazônica. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, 2011.

LOREA, Roberto A. Acesso ao aborto e liberdades laicas. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 12, n. 26, jul./dez. 2006.

LUNA, Naara. Religiosidade no contexto das terapias com células-tronco: uma investigação comparativa entre pesquisadores “iniciantes e iniciados” e seus pacientes. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, 2008.

LUNA, Naara. O direito à vida no contexto do aborto e da pesquisa com células-tronco embrionárias: disputas de agentes e valores religiosos em um estado laico. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 33, n. 1, 2013.

MACHADO, Carly. Novos movimentos religiosos, indivíduo e comunidade: sobre família, mídia e outras mediações. Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 2, 2010.

MACHADO, Maria das Dores C. et al. Judaísmo e homossexualidade no Rio de Janeiro: notas de uma pesquisa. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, jul. 2010.

MACHADO, Maria das Dores C. Religião, cultura e política. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 2, 2012.

MAFRA, Clara et al. O projeto pastoral de Edir Macedo: uma igreja benevolente para indivíduos ambiciosos? Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 27, n. 78, fev. 2012.

MARTUCCELLI, Danilo. Cambio de Rumbo: la sociedad a escala del individuo. Santiago: LOM, 2007.

MARTUCCELLI, Danilo. Existen individuos en el Sul? Santiago: LOM, 2010.

MATORY, J. Lorand. Feminismo, nacionalismo, e a luta pelo significado do adé no Candomblé: ou, como Edison Carneiro e Ruth Landes inverteram o curso da história. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 51, n. 1, 2008.

MAUÉS, Raymundo Heraldo. Bailando com o Senhor: técnicas corporais de culto e louvor (o êxtase e o transe como técnicas corporais). Revista de Antropologia, São Paulo, v. 27, n. 78, fev. 2003.

MAUÉS, Raymundo Heraldo. Movimentos eclesiais católicos e modernidade: uma igreja em transformação. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 55, n. 2, 2008.

MENEZES, Raquel A.; GOMES, Edlaine de Campos. Seu funeral, sua escolha: rituais fúnebres na contemporaneidade. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 54, n. 1, 2011.

MENEZES, Renata de Castro. A imagem sagrada na era da reprodutibilidade técnica: sobre santinhos. Horizontes Antropológicos, ano 17, n. 36, jul./dez. 2011.

MESQUITA, Wania Amélia B. Um pé no reino e outro no mundo: consumo e lazer entre pentecostais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 28, jul./dez. 2007.

MIRANDA, Julia. Convivendo com o “diferente”: juventude carismática e tolerância religiosa. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, jul. 2010.

MIZRAHI, Mylene. Funk, religião e ironia no mundo de Mr. Catra. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 2, dez. 2007.

MONTERO, Paula. Religião, pluralismo e esfera pública. Novos Estudos, São Paulo, n. 74, p. 47-66, 2006.

MONTERO, Paula (Org.). Deus na aldeia: missionários, índios e mediação cultural. São Paulo, Globo, 2006. 583 p. Resenha de: SAÉZ, Oscar Calavia. Deus na fronteira. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 22, n. 65, out. 2007.

MONTERO, Paula. Controvérsias religiosas e esfera pública: repensando as religiões como discurso. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 1, 2012a.

MONTERO, Paula. Saberes missionários: da autoria à tradução. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 55, n. 2, 2012b.

NATIVIDADE, Marcelo. Homossexualidade, gênero e cura em perspectivas pastorais evangélicas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 21, n. 61, jun. 2006.

NEGRÃO, Lisias Nogueira. Trajetórias do sagrado. Tempo social, São Paulo, v. 20, n. 2, nov. 2008.

NERI, Marcelo. Novo mapa das religiões. Rio de Janeiro: FGV, CPS. 2011.

NOVAES, Regina. Juventude, religião e espaço público: exemplos “bons para pensar” tempos e sinais. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 1, p. 184-208, 2012.

OLIVEIRA, Isabela. Um desafio ao respeito e à tolerância: reflexões sobre o campo religioso daimista na atualidade. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 2, 2011.

ORO, Ari Pedro; URETA, Marcela. Religião e política na América Latina: uma análise da legislação dos países. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 13, n. 27, jan./jun. 2007.

PALMIÉ, Stephan. O trabalho cultural da globalização ioruba. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, jul. 2007.

PAULY, Evaldo Luís. O dilema epistemológico do ensino religioso. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 27, set./dez. 2004.

PEIXOTO, Fernanda A. O candomblé (barroco) de Roger Bastide. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 54, n. 1, 2011.

PIERUCCI, Antônio Flávio. De olho na modernidade religiosa. Tempo Social, São Paulo, v. 20, n. 2, p. 9-16, nov. 2008.

PIERUCCI; Antônio Flávio; PRANDI, Reginaldo. Introdução: as religiões no Brasil contemporâneo. In: PRANDI, Reginaldo. Um sopro do espírito. São Paulo: Edusp; Fapesp, 1997. p. 13-26.

PINHEIRO, Marcia Leitão. Música, religião e cor – uma leitura da produção de black music gospel. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 2, dez. 2007.

PIRES, Flávia Ferreira. Tornando-se adulto: uma abordagem antropológica sobre crianças e religião. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, jul. 2010.

PIRES, Flávia Ferreira. Quem tem medo de mal-assombro? Religião e infância no semiárido nordestino. João Pessoa: UFPB, 2011. 278 p. Resenha de: JESUS, Rodrigo O. S. Santana de. Infância, religião e mal-assombro no nordeste brasileiro. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 2, 2012.

POMPA, Cristina. Religião como tradução: missionários, Tupi e Tapuia no Brasil colonial. Bauru, SP: Edusc, 2003. 444 p. Resenha de: AMOROSO, Marta. Do alcance da tradução cristã. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 20, n. 57, fev. 2005.

PORTIER, Philippe. A regulação estatal da crença nos países da Europa ocidental. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 2, 2011.

PRANDI, Reginaldo. Converter indivíduos, mudar culturas. Tempo Social, São Paulo, v. 20, n. 2, p. 155-172, nov. 2008.

REHEN, Lucas Kastrup F. Receber não é compor: música e emoção na religião do Santo Daime. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 2, dez. 2007.

REINHARDT, Bruno. Reiterando o pacto: história, teologias políticas cristãs e a religião civil americana em uma era de multiculturalismo e império. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 2, 2011.

RIAL, Carmem. Rodar: a circulação dos jogadores de futebol brasileiros no exterior. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 14, n. 30, jul./dez. 2008.

RICKLI, João Frederico. Religião e parentesco na colônia Castrolândia. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 47, n. 2, jul./dez. 2004.

ROCHA, Cristina. A globalização do espiritismo: fluxos do movimento religioso de João de Deus entre a Austrália e o Brasil. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 52, n. 2, 2009.

ROSADO-NUNES, Maria José. Direitos, cidadania das mulheres e religião. Tempo Social, São Paulo, v. 20, n. 2, 2008.

ROSAS, Nina. Religião, mídia e produção fonográfica: o Diante do Trono e as disputas com a Igreja Universal. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 33, n. 1, 2013.

SAÉZ, Oscar Calavia. O que os santos podem fazer pela antropologia? Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 29, n. 2, 2009.

SANCHIS, Pierre (Org.). Fiéis e cidadãos: percursos de sincretismo no Brasil. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2001.

SANCHIS, Pierre. Cultura brasileira e religião... Passado e atualidade... Cadernos CERU, São Paulo, v. 19, n. 2, dez. 2008.

SANTOS, Hercules Pimenta dos. Minorias étnicas e educação: o colégio Arnaldo Jansen de Belo Horizonte, MG (1912-1947). Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 29, n. 3, set. 2013.

SANTOS, Silvana et al. Interdisciplinaridade e resolução de problemas: algumas questões para quem forma futuros professores de ciências. Educação e Sociedade, Campinas, v. 29, n. 103, maio/ago. 2008.

SCHARAGRODSKY, Pablo. En el nombre del Padre, del Hijo y del Espíritu Gimnástico: prácticas corporales, masculinidades y religiosidad en los Exploradores de Don Bosco en la Argentina de principios de siglo XX. Educar em Revista, Curitiba, n. 33, 2009.

SCHWADE, Elisete. Carnaval da Nova Consciência. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, jun. 2011

SEGATO, Rita Laura. A faccionalização da República e da paisagem religiosa como índice de uma nova territorialidade. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 13, n. 27, jan./jun. 2007.

SETTON, Maria da Graça J. Socialização e cultura: ensaios teóricos. São Paulo: Annablume, 2012.

SEVERI, Carlo. Dame Sébastienne et le Christ Fléché. Iconographie et mémoire rituelle: le cas du Nouveau-Mexique. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 14, n.29, jan./jun. 2008.

SILVA, Wagner Gonçalves da. Exu do Brasil: tropos de uma identidade afro-brasileira nos trópicos. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 55, n. 2, 2012.

SIMMEL, George. Religião: ensaios. São Paulo. Olho D´Água; Goethe-Institut, 2011. Tomo 1 e 2.

SIMÕES, Pedro. Religião e política entre alunos de Serviço Social (UFRJ). Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, jul. 2007.

SMIDERLE, Carlos Gustavo S. Moreira. Entre Babel e Pentecostes: cosmologia evangélica no Brasil contemporâneo. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 31, n. 2, 2011.

SMILDE, David. Religião e conflitos políticos na Venezuela: católicos e evangélicos frente ao governo de Hugo Chávez. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 32, n. 2, 2012.

SOFIATI, Flávio Munhoz. Religião e juventude: os novos carismáticos. São Paulo, Idéias e Letras, 2011. 275 p. Resenha de: BRITTO, Clovis C. Tempo Social, São Paulo, v. 24, n. 1, 2012.

SOFIATI, Flavio Munhoz. O novo significado da “opção pelos pobres” na Teologia da Libertação. Tempo Social, São Paulo, v. 25, n. 1, 2013.

SOUZA, André Ricardo de. Igreja Católica e mercados: a ambivalência entre a solidariedade e a competição. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, jul. 2007.

STEIL, Carlos Alberto; CARNEIRO, Sandra de Sá. Peregrinação, turismo e nova era: caminhos de Santiago de Compostela no Brasil. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 28, n. 1, 2008.

TEIXEIRA, Faustino L. C. (Org.) Sociologia da religião: enfoques teóricos. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

TEIXEIRA, Faustino L. C.; MENEZES, Renata (Org.). As Religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006. 264 p. Resenha de: CUNHA, Christina Vital da. Religiões em movimento: subjetividade e fronteiras no cenário religioso brasileiro. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, 2007.

THEIJE, Marjo. Ouro e Deus: sobre a relação entre prosperidade, moralidade e religião nos campos de ouro do Suriname. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v, 28, n. 1, jul. 2008.

TOPEL, Marta. As leis dietéticas judaicas: um prato cheio para a antropologia. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 9, n. 19, jul. 2003.

USARSKI, Frank. Declínio do budismo “amarelo” no Brasil. Tempo Social, São Paulo, v. 20, n. 2, 2008.

VALENTE, Gabriela. A presença da religiosidade na prática docente. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília: UnB, 1991.

WEREBE, Maria José Garcia. A laicidade do ensino público na França. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 27, set./dez. 2004.

WEREBE, Maria José. Organisation sociale, pratiques sexuelles et religion: le cas des trois religions monotheists. Paris: L'Harmattan, 2007. 262 p. Resenha de: SANTOS, Naira Carla Di G. P. dos. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 133, jan./abr. 2008.

ZEPEDA, José de Jesus Legorreta. Secularização ou ressacralização – o debate sociológico contemporâneo sobre a teoria da secularização. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 25, n. 73, jun. 2010.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Setton, M. da G. J., & Valente, G. A. (2021). Religião e educação no Brasil: uma leitura em periódicos (2003-2013). Cadernos De Pesquisa, 46(160), 410–440. Recuperado de https://publicacoes.fcc.org.br/cp/article/view/3529

Edição

Seção

Artigos