A volta aos estudos dos alunos evadidos do ensino superior brasileiro

Autores

Palavras-chave:

Ensino Superior, Evasão Escolar, Cursos, Censo da Educação Superior

Resumo

O número de alunos no ensino superior brasileiro aumentou muito recentemente. Mas a evasão tem sido alta e objeto de estudo de diversos pesquisadores. Este trabalho analisa microdados do Censo da Educação Superior de 2009 a 2017 sobre a volta aos estudos dos alunos que se evadiram do ensino superior. Os resultados mostram que grande parte dos alunos que se desvincularam voltou para o ensino superior posteriormente, e, apesar de não voltarem para cursos da mesma instituição, a maior parte volta para cursos na mesma área do curso originalmente evadido. Além disso, os cursos da área de Comércio e Administração são um destino importante dos alunos que se desvincularam de cursos superiores, independentemente da área de origem. The return to higher education of dropout students in Brazil The number of students in Brazilian higher education has increased dramatically in the recent period. However, evasion has been high and object of study by several researchers. This work brings a new look at the problem, analyzing the return of students who have dropped out from higher education with the microdata of the Higher Education Census from 2009 to 2017. The results show that a large part of the students who dropped out of higher education later returned to higher education and, although they did not return to programs from the same higher education institution, most of them returned to the same area of the originally dropped out program. In addition, programs in the area of Business and Administration are an important destination when students who have dropped out from higher education return, regardless of their area of origin.University Education, School Dropout, Courses, Higher Education Census Regreso a los estudios de los alumnos evadidos de la educación superior brasileñaEl número de alumnos en la educación superior brasileña aumentó muy recientemente. Sin embargo, la evasión viene siendo elevada y es objeto de estudio de diversos investigadores. Este trabajo analiza microdatos del Censo de la Educación Superior de 2009 a 2017 sobre el regreso a los estudios de los alumnos que se evadieron de la educación superior. Los resultados muestran que una gran parte de los alumnos que se desvincularon volvió posteriormente a la educación superior y, a pesar de que no regresaron a cursos de la misma institución, la mayor parte volvió a cursos de la misma área del curso originalmente evadido. Por otra parte, los cursos del área de Comercio y Administración son un destino importante de los alumnos que se desvincularon de cursos superiores, independientemente del área de origen.Enseñanza Superior, Abandono de Escuela, Cursos, Censo de Educación Superior La reprise des cours des étudiants brésiliens decroches de l’universitéLe nombre d’étudiants dans l’enseignement supérieur a beaucoup augumenté ces derniers temps. Pourtant l’abandon est élevé et l’objet d’étude de différents chercheurs. Ce travail analyse des microdonnées du Recensement de l’Enseignement Supérieur (Censo da Educação Superior) de 2009 à 2017 sur la reprise des cours par des étudiants ayant abandonné l’enseignement supérieur. Les résultats montrent qu’une grande partie des étudiants qui avait décroché est retournée ultérieurement á l’université, et bien qu’ils n’aient pas repris les cours dans la même institution, la plupart reprend leurs études dans le même domaine. Par ailleurs, les cours supérieurs de commerce et administration sont une destination importante des étudiants décrochés de l’université indépendamment du domaine d’origine.Enseignement Universitaire, Abandon Scolaire, Cours, Recensement de l’enseignement Supérieur 

Biografia do Autor

Felipe Tumenas Marques, Universidade Federal da Bahia (Ufba), Salvador (BA), Brasil.

Professor da Escola de Administração

Referências

ANDRADE, Selma Maffei de; NUNES, Elisabete de Fátima Polo de A.; JÚNIOR, Luiz C.; HADDAD, Maria do Carmo L.; SOUZA, Nadia Aparecida de; GARANHANI, Maria Lúcia. Análise da evasão de alunos dos cursos de profissionalização da área de enfermagem no Paraná. Ciência, Cuidado e Saúde, Maringá, PR, v. 6, n. 4, p. 433-440, 2007. https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v6i4.3869

ANDRIOLA, Wagner Bandeira; ANDRIOLA, Cristiany Gomes; MOURA, Cristiane Pascoal. O fenômeno da evasão discente dos cursos de graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC): proposição de modelo causal. I Reunião da Associação Brasileira de Avaliação Educacional. 2006.

BARDAGI, Marucia Patta; HUTZ, Cláudio Simon. “Não havia outra saída”: percepções de alunos evadidos sobre o abandono do curso superior. Psico-USF, Itatiba, SP, v. 14, n. 1, p. 95-105, jan./abr. 2009.

BERTERO, Carlos Osmar. A docência numa universidade em mudança. Cadernos Ebape.BR, Rio de Janeiro, v. 5, n. especial, p. 1-11, jan. 2007.

BRAGA, Mauro Mendes; PEIXOTO, Maria do Carmo, L.; BOGUTCHI, Tânia F. A evasão no ensino superior brasileiro: o caso da UFMG. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Sorocaba, SP, v. 8, n. 3, p. 161-189, mar. 2003.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior. Brasília, DF: Inep, 2019. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 21 nov. 2019.

CAMPELLO, Antonio de Vasconcellos Carneiro; LINS, Luciano Nadler. Metodologia de análise e tratamento da evasão e retenção em cursos de graduação de instituições federais de ensino superior. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 28., 2008, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Engenharia de Produção, 2008. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ enegep2008_TN_STO_078_545_11614.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

CUNHA, Aparecida Miranda; TUNES, Elizabeth; SILVA, Roberto Ribeiro da. Evasão do curso de química da Universidade de Brasília: a interpretação do aluno evadido. Química Nova, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 262-280, mar./abr. 2001.

DURHAM, Eunice Ribeiro. O ensino superior no Brasil: público e privado. São Paulo: Nupes-USP, 2003.

FÁVERO, Maria de Lourdes de Albuquerque. A universidade no Brasil: das origens à reforma universitária de 1968. Educar em Revista, Curitiba, n. 28, p. 17-36, 2006.

KAPUR, Devesh; CROWLEY, Megan. Beyond the ABCs: higher education and developing countries. s.l.: Center for Global Development Working Paper, 2008.

MARTINS, Antonio Carlos Pereira. Ensino superior no Brasil: da descoberta aos dias atuais. Acta Cirúrgica Brasileira, São Paulo, v. 17, Supl. 3, p. 4-6, 2002.

MARTINS, Carlos Benedito. A reforma universitária de 1968 e a abertura para o ensino superior privado no Brasil. Educação & sociedade, Campinas, SP, v. 30, n. 106, p. 15-35, jan./abr. 2009.

MERCURI, Elizabeth; POLYDORO, Soely Aparecida J. O compromisso com o curso no processo de permanência/evasão no ensino superior: algumas contribuições. In: MERCURI, Elizabeth; POLYDORO, Soely Aparecida J. (org.). Estudante universitário: características e experiências de formação. Taubaté: Cabral Editora e Livraria Universitária, 2003. p. 188-219.

NEEM, Johann. Abolish the Business Major! Anti-intellectual degree programs have no place in colleges. The Chronicle of Higher Education, August 13, 2019. Disponível em: https://www.chronicle.com/interactives/2019-08-13-abolish-the-business-major. Acesso em: 21 jun. 2020.

OLIVEIRA, Fátima Bayma de; SAUERBRONN, Fernanda Filgueiras. Trajetória, desafios e tendências no ensino superior de administração e administração pública no Brasil: uma breve contribuição. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 41, n. especial, p. 149-170, 2007.

PERES, Fernando Antonio. Alguns apontamentos sobre o ensino comercial no Brasil. In: ENCONTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA, TRABALHO E EDUCAÇÃO NO BRASIL, 2007, Campinas. Anais [...] Campinas, SP: Unicamp, 2007. Disponível em: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/acer_histedbr/encontro/encontro1/trab_pdf/t_fernando%20antonio%20peres.pdf. Acesso em: 21 jun. 2020.

POLYDORO, Soely Aparecida J.; SANTOS, Acácia Aparecida Angeli; VENDRAMINI, Claudete Maria Medeiros; SBARDELINI, Elizabeth Teresa Brunini; SERPA, Maria Nasaré Fonseca; NATÁRIO, Elisete Gomes. Percepção de estudantes evadidos sobre sua experiência no ensino superior. In: JOLY, M. C. R. A.; SANTOS, A. A. A.; SISTO, F. F. (org.). Questões do cotidiano universitário. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005. p. 179-199.

SANTOS JUNIOR, José da Silva; REAL, Giselle Cristina Martins. A evasão na educação superior: o estado da arte das pesquisas no Brasil a partir de 1990. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p. 385-402, 2017.

SELLINGO, Jeffrey J. Business is the most popular college major, but that doesn’t mean it’s a good choice. Washington Post, 28 Jan. 2017. Disponível em: https://www.washingtonpost.com/news/grade-point/wp/2017/01/28/business-is-the-most-popular-college-major-but-that-doesnt-mean-its-a-good-choice/. Acesso em: 22 jun. 2020.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo; MOTEJUNAS, Paulo Roberto; HIPÓLITO, Oscar; MELO LOBO, Maria Beatriz de Carvalho. A evasão no ensino superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, p. 641-659, set./dez. 2007.

SILVA, Glauco Peres da. Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Sorocaba, SP, v. 18, n. 2, p. 311-333, jul. 2013.

TEIXEIRA, Carmen Fontes de Souza; COELHO, Maria Thereza Ávila Dantas; ROCHA, Marcelo Nunes Dourado. Bacharelado interdisciplinar: uma proposta inovadora na educação superior em saúde no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 18, p. 1635-1646, jun. 2013.

TONTINI, Gérson; WALTER, Silvana Anita. Pode-se identificar a propensão e reduzir a evasão de alunos? Ações estratégicas e resultados táticos para instituições de ensino superior. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Sorocaba, SP, v. 19, n. 1, p. 89-110, mar. 2014.

Publicado

16-11-2020

Edição

Seção

Artigos