A criança-objeto na pesquisa psicológica.

Melany S. Copit, Maria Helena S. Patto

Resumo


Baseadas em levantamento de trabalhos publicados em revistas e teses existentes na biblioteca do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, as autoras analisam criticamente a produção acadêmica a respeito de crianças, na área de Psicologia. Mostram como as abordagens adotadas caracterizam-se, em geral, por não considerar a criança como um ser humano com subjetividade própria, tomando-a como uma entidade histórica, colocada em um contexto socioeconômico mal definido, julgando-a a partir de padrões da classe dominante, isolada de seu ambiente, seccionada em comportamentos e habilidades avaliados a partir de instrumentos questionáveis. Além disso, os autores raramente estão vinculados a programas de ação que poderiam colocar em questão as análises realizadas

Palavras-chave


Psicologia da criança; Pesquisa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.