Aleitamento materno diferencial para meninos e meninas.

Autores

  • Elza Berquó

Palavras-chave:

Amamentação, Mortalidade infantil, Relações de gênero

Resumo

O propósito deste trabalho foi examinar a questão do aleitamento materno do ângulo de um certo favorecimento desta prática e de sua duração, em se tratando de filhos homens. O que nos orientou foi a constatação, através do exame das estatísticas vitais, de um sub-registro acentuado de óbitos e nascimentos do sexo feminino. Muito embora neste trabalho não se tenha, sempre, chegado a diferenças estatisticamente significantes no sentido da hipótese de trabalho proposta, a prevalência e o tempo médio de amamentação sistematicamente maiores para os meninos, abrem perspectivas para estudos que possam aprofundar esta questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elza Berquó

Downloads

Publicado

14-08-2013

Como Citar

Berquó, E. (2013). Aleitamento materno diferencial para meninos e meninas. Cadernos De Pesquisa, (56), 27–38. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/1351

Edição

Seção

Artigos