Reciprocidade e hierarquia: relações de gênero na periferia de São Paulo.

Autores

  • Cynthia A. Sarti

Palavras-chave:

Famílias, Relações de Gênero, Casamento, Identidade, Periferia, Zona Urbana, Socialização

Resumo

Este artigo analisa, tal como vividas e concebidas pelas moradoras de um bairro de periferia, as relações de gênero focalizadas através da divisão de papéis na família. Considerada natural, esta divisão baseia-se na identificação simbólica da mulher com o mundo da casa, e do homem com o mundo da rua, como universos regidos por códigos morais distintos, a partir dos quais definem-se o desvio e as acusações sobre o homem e a mulher. O argumento básico é que as relações de gênero são fundadas em dois princípios: o da reciprocidade, que estabelece papéis complementares para o homem e a mulher; e o da hierarquia, que delimita a autoridade masculina sobre a família. Esta por sua vez, aparece como a referência básica da mulher na construção de sua identidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cynthia A. Sarti

Downloads

Publicado

06-08-2013

Como Citar

Sarti, C. A. (2013). Reciprocidade e hierarquia: relações de gênero na periferia de São Paulo. Cadernos De Pesquisa, (70), 38–46. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/1151

Edição

Seção

Artigos