Uma infância de curta duração: trabalho e escola.

Tania Dauster

Resumo


Visando subsidiar o aprofundamento da questão do fracasso escolar de crianças das camadas populares, este texto relata pesquisa antropológica junto a crianças e jovens de uma favela carioca que estudam e trabalham: na lógica cultural de suas famílias, a obrigatoriedade do trabalho desde cedo assume outros significados, além da instância econômica; e a escola assume lugar e sentido ambíguos, gerando, para essas crianças, uma "escola de curta duração".


Palavras-chave


Relação Educação-Trabalho; Antropologia; Infância; Cultura de Classe

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.