Os ciclos escolares: elementos de uma trajetória.

Elba Siqueira de Sá Barretto, Eleny Mitrulis

Resumo


Este artigo se propõe a evidenciar algumas características presentes em muitos dos ensaios de implantação dos ciclos escolares no país, bem como as justificativas para a sua adoção. Assim o faz por entender que o domínio das representações e da cultura, bem como o das fundamentações teóricas e das razões políticas que compõem as justificativas é um dos mais significativos na constituição das múltiplas determinações das reformas educacionais. São revisitados alguns textos antológicos da História da Educação Brasileira que situam a discussão em décadas passadas, bem como registradas iniciativas de adoção dos ciclos em diferentes períodos e em espaços diversos, recuperando-se inclusive dados de pesquisa sobre as propostas curriculares dos estados e de alguns municípios, vigentes entre 1985 e 1995.

Palavras-chave


História da Educação; Brasil; Currículos; Reforma do Ensino; Políticas Educacionais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.