Escola como objeto de estudo nos trabalhos acadêmicos brasileiros: 1981/1998.

Alda Junqueira Marin, José Geraldo Silveira Bueno, Maria das Mercês Ferreira Sampaio

Resumo


Este artigo procura analisar as principais tendências de investigação das dissertações de mestrado e teses de doutorado defendidas nos programas brasileiros de pós-graduação em educação, no período de 1981 a 1998. Para tanto, selecionamos teses, dissertações e artigos de periódicos que procuraram investigar a escola básica contemporânea por meio de quatro entradas: escola, saberes, professores e alunos. Mediante protocolo com 17 questões, pudemos mapear, organizar e analisar os seus conteúdos, o campo empírico e as características das investigações. Os principais achados dizem respeito à regularidade da distribuição no tempo e entre os quatro campos temáticos, à grande incidência de estudos sobre o ensino fundamental, à alta concentração da produção no eixo Sul-Sudeste e em orientadores experientes e à precariedade dos resumos em termos de informações sobre o campo empírico e as características das investigações utilizadas.

Palavras-chave


Escolas; Pesquisas; Estudante Pós-Graduado; Professores

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Financiadores: