Eficiência sem eqüidade ou eqüidade sem eficiência? O que nos diz uma análise dos custos da educação.

Cláudio de Moura Castro, Elza Nascimento Alves, Gaudêncio Frigotto, Rogério A. Córdo

Resumo


A partir de uma pesquisa sobre custos e funcionamento de escolas municipais de 1º grau do Rio de Janeiro, os autores demonstram que existe uma desigual alocação de recursos entre as diversas escolas, que beneficia aquelas que atendem a clientela de mais alto nível socioeconômico. Discutem, a seguir, as alternativas existentes para aumentar tanto a eqüidade como a eficiência no sistema escolar.

Palavras-chave


Custo da educação; Escolas municipais; Ensino de 1º grau; Rio de Janeiro; Equipamentos escolares

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.