O trabalho do menor: necessidade transfigurada em virtude.

Aparecida Joly Gouveia

Resumo


Dados secundários reunidos de fontes várias indicam a extensão do trabalho de menores no Brasil e sua incidência em diversas regiões e diferentes camadas da população. O núcleo do artigo, porém, apóia-se em informações provenientes de uma pesquisa realizada na área metropolitana de São Paulo com o propósito de investigar as condições em que se dá o emprego de menores, o modo como estes encaram a sua situação e as noções que têm a respeito de oportunidades de ascensão profissional. Entre outras constatações assinala-se que, embora cumprindo uma longa jornada na qual freqüentemente se comprimem a freqüência a curso noturno e o trabalho em emprego mal remunerado, sem cobertura previdenciária e pouco favorável ao crescimento profissional, o menor não demonstra amargura ou revolta pelo fato de precisar trabalhar. Ao contrário, parece sentir-se importante por ser capaz de contribuir para a limitada receita da família.

Palavras-chave


Trabalho; Crianças; Curso noturno; Orçamento familiar; Profissionalização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Financiadores: