O aluno de cursos profissionalizantes a nível de 2º grau: um retrato sem retoques.

Maria Laura P. Barbosa Franco, Maria Inês S. Durigan

Resumo


Dentre as mediações que se interpõem entre a proposta de profissionalização do ensino de 2º grau e a realidade objetiva, optamos por começar identificando as condições de subsistência, dificuldades, expectativas e aspirações de alunos de cursos profissionalizantes. Apresentamos dados provenientes de 4 escolas técnicas estaduais e de 112 alunos decursos profissionalizantes. Procuramos focalizar principalmente as questões acerca da relação entre Escola e Trabalho e aquelas relativas à terminalidade ou continuidade a nível de 2º grau.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.