Ressignificação do cálculo na licenciatura

Autores

  • Daniel de Jesus Silva Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Resumo

Este relato trata de práticas pedagógicas numa perspectiva problematizada de um professor de Cálculo que aponta como repensar o lugar dessa disciplina, apropriando-se da história da matemática, numa inter-relação com variadas tecnologias, de modo a favorecer uma relação dialética entre a teoria e a prática docente, a (re)construir o conhecimento da Integral e a propiciar reflexões didáticas para favorecer a formação inicial do professor de matemática. As participações do docente, dos licenciandos em matemática do Campus VI da Universidade do Estado da Bahia e dos alunos da educação básica foram alicerçadas pelo desenvolvimento da atividade Ressignificando o cálculo de áreas como uma das etapas do projeto de ensino “Ressignificação do Cálculo na Licenciatura”. O resultado da experiência indica que o elo da história da matemática com tecnologias diversas favorece trabalhar conteúdos matemáticos e auxiliar na interação entre os envolvidos, contribuindo para a formação inicial do professor de matemática da educação básica. Espera-se, por meio deste trabalho, que o docente possa compreender a importância do uso coerente da história da matemática e das variadas tecnologias, admitindo-os como elementos importantes para sua prática pedagógica, a fim de tornar o estudo de matemática prazeroso, instigante, e o seu aprendizado efetivo, contribuindo para, além de favorecer a formação docente, desconstruir o preconceito de que a matemática constitui-se uma disciplina abstrata e difícil.

Referências

BORBA, M.de C.; SILVA, R.S.R.; GADANIDIS, G. Fases das tecnologias digitais em Educação Matemática: sala de aula e internet em movimento. 1 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.

CURY, H. N. Análise de erros: o que aprender com as respostas dos alunos. Belo horizonte: Autêntica, 2008.

DAVIS, B.; SIMMT, E. "Mathematics-for-teaching: an ongoing investigation of the mathematics that teachers (need to) know". Educational Studies in Mathematics, v. 61, n. 3, p. 293-319, 2006.

FIORENTINI, D. A formação matemática e didático-pedagógica nas disciplinas da licenciatura em matemática. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, n. 18, p. 107-115, junho 2005.

FIORENTINI, D. Erros e acertos no ensino-aprendizagem da matemática: problematizando uma tradição cultural. In: I Jornada Nacional de Educação Matemática, 2006, Passo Fundo, RS. I Jornada Nacional de Educação Matemática: Novos desafios! Novas Práticas? (in CD-ROM). Passo Fundo, RS: Universidade de Passo Fundo, 2006. v. 1. p. 1-14.

FIORENTINI, D.; OLIVEIRA, A. T. C. C. O Lugar das Matemáticas na Licenciatura em Matemática: que matemáticas e que práticas formativas? Bolema, Rio Claro (SP), v. 27, n. 47, p. 917-938, dez. 2013.

GIRALDO, V. Formação de professores de Matemática: para uma abordagem problematizada. Ciência e Cultura, v.70, n. 01, pp. 37- 42, jan./mar. 2018.

HOFFMANN, L. D. Cálculo: um curso moderno e suas aplicações. 11 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

MIGUEL, A.; MIORIM, M. A. História na educação matemática: Propostas e desafios. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

MISHRA, Punya; KOEHLER, Matthew J. Technological Pedagogical Content Knowledge: A Framework for Teacher Knowledge.

Teachers College Record,Volume 108, Number 6, June 2006, pp. 1017–1054.

MOREIRA, P. C.; FERREIRA, A. C. O lugar da Matemática na licenciatura em Matemática. Bolema, Rio Claro (SP), v. 27, n.47, p. 981 – 1005, 2013.

PAIS, Luiz Carlos. Ensinar e aprender matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 152p.

ROQUE, T.; CARVALHO, J. B. P. Tópicos de História da Matemática. Rio de Janeiro: SBM, 2012.

ROQUE, T. M; GIRALDO, V. História e Tecnologia na construção de um ambiente problemático para o ensino de matemática. In: ROQUE, T. M; GIRALDO, V. (orgs.) O saber do professor de Matemática: Ultrapassando a Dicotomia entre Didática e Conteúdo. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda, 2014, pp. 08-27.

Downloads

Publicado

26-11-2020