Indicadores de desenvolvimento profissional da docência: construção, avaliação e usos

  • Paulo Henrique Leal Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb), Barretos, São Paulo, Brasil
  • Aline Maria de Medeiros Rodrigues Reali Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil
Palavras-chave: Desenvolvimento profissional, Formação de professores, Formação profissional, Educação Física

Resumo

Neste artigo, abordam-se algumas ideias relativas à construção de indicadores educacionais referentes ao desenvolvimento profissional docente, à avaliação da composição da base de conhecimento para o ensino e para o exercício profissional da docência e sua utilidade para a definição de políticas públicas de formação de professores. Apresentam-se e discutem-se alguns dados obtidos numa investigação que teve como propósito geral caracterizar níveis de proficiência para o ensino de um professor de Educação Física experiente, considerando que a construção e o desenvolvimento da carreira docente apresentam estágios diversificados e envolvem diferentes processos de aprendizagem profissional. Os dados obtidos podem ser compreendidos como um conjunto de indicadores de desenvolvimento profissional da docência, já que se relacionam aos conhecimentos necessários para o ensino e para o exercício profissional da docência, tendo em vista o local de atuação e aspectos da trajetória profissional do professor investigado. 

Biografia do Autor

Paulo Henrique Leal, Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb), Barretos, São Paulo, Brasil
Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil. Professor no Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb), Barretos, São Paulo, Brasilpaulinho_bauru@hotmail.com
Aline Maria de Medeiros Rodrigues Reali, Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil
Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasilalinereali@ufscar.br 

Referências

BERLINER, David. Learning about and learning from expert teachers. International Journal of Educational Research, v. 35, n. 5, p. 463-482, 2001. BETTI, Mauro. Educação física e sociedade. São Paulo: Movimento, 1991.

BERLINER, David. Learning about and learning from expert teachers. International Journal of Educational Research, v. 35, n. 5, p. 463-482, 2001. BETTI, Mauro. Educação física e sociedade. São Paulo: Movimento, 1991.

BETTI, Mauro et al. A proposta curricular de educação física do estado de São Paulo: fundamentos e desafios. In: CARREIRA FILHO, Daniel; CORREIA, Walter R. (Org.). Educação física escolar: docência e cotidiano. Curitiba: CRV, 2010. p. 109-128.

BORGES, Cecília Maria F. O professor de educação física e a construção do saber. Campinas: Papirus, 1998.

BORGES, Cecília Maria F. A formação dos docentes de educação física seus saberes profissionais. In: BORGES, Cecília Maria F.; DESBIENS, Jean-François (Org.). Saber, formar e intervir para uma educação física em mudança. Campinas: Autores Associados, 2005. p. 157-190.

BOTTANI, Norberto; TUIJNMAN, Albert. The design of indicator systems. In: TUIJNMAN, Albert C.; POSTLETHWAITE, T. Neville (Ed.). Monitoring the standards of education. Oxford: Pergamon, 1994. p. 47-77.

BRACHT, Valter et al. Pesquisa em ação: educação física na escola. Ijuí: Unijuí, 2003.

BRASIL. Lei n. 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2014.

BRASIL. Proposta de diretrizes para a formação inicial de professores da educação básica em cursos de nível superior. Maio, 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/ cne/arquivos/pdf/basica.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2014.

BRASIL. Decreto-Lei n. 11.274, de 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos artigos 29, 30, 32 e 87 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o Ensino Fundamental. Brasília, DF: Casa Civil, 2006.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo dos profissionais do magistério da educação básica 2003. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/profissionais-do-magisterio>. Acesso em: 22 jan. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: educação física. Brasília, DF: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Referenciais para formação de professores. Brasília: SEF, 1999.

BRYK, Anthony A.; HERMANSON, Kim M. Educational Indicator Systems: Observations on their Structure, Interpretation, and Use. Review of Research in Education, [S.l], v. 19, p. 451-484, 1993.

DARIDO, Suraya Cristina. Educação Física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

DARIDO, Suraya Cristina. Os conteúdos da Educação Física na escola. In: DARIDO, Suraya Cristina; RANGEL, Irene Conceição A. (Coord.). Educação física na escola: implicações para prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. p. 64-79.

DARLING-HAMMOND, Linda. The right to learn: a blueprint for creating schools. Jossey-Bass: New York, 1997.

DARLING-HAMMOND, Linda; ASCHER, C. Creating accountability in big city schools. Urban Diversity Series, New York, n. 102, p. 4-46, Mar. 1991.

DAY, Christopher; GU, Qing. Veteran teachers: commitment, resilience and quality retention. Teachers and Teaching: Theory and Practice, v. 15, n. 4, p. 441-457, 2009

FERREIRA, Lílian Aparecida. O professor de educação física no primeiro ano da carreira: análise da aprendizagem profissional a partir da promoção de um programa de iniciação à docência. 2006. 229 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2006.

GROSSMAN, Pamela; WINEBURG, Sam. What makes a teacher community different from a gathering of teachers? Research Report, Center for the Study of Teaching Policy, University of Washington, p. 1-64, Dec. 2000.

IMBERNÓN, Francisco. La profesión docente ante los desafíos del presente y del futuro. In: MARCELO GARCIA, Carlos (Ed.). La función docente. Madrid: Síntesis, 2001. p. 27-45.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Unijuí, 1994.

KUNZ, Elenor. Educação física: ensino e mudanças. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2004.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de A. Técnicas de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

LEAL, Paulo Henrique. A experiência docente na educação física escolar. 2007. 117 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Departamento de Educação Física, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2007.

LEAL, Paulo Henrique. A educação física no ciclo II do ensino fundamental: refletindo sobre indicadores educacionais de desenvolvimento profissional da docência

com um professor experiente. 189 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. A experiência docente na educação física escolar. In: ENCONTRO FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, 10., 2006, Niterói. Anais... Niterói: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Educação Física e Desportos, 2006. p. 38-42.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. A docência na educação física escolar: um olhar sobre a reflexão. In: ENCONTRO FLUMINENSE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, 11., 2007a, Niterói. Anais... Niterói: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Educação Física e Desportos, 2007a. p. 19-30.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. Prática docente ao longo do tempo. In: SEMINÁRIO DE ESTUDOS E PESQUISA EM FORMAÇÃO PROFISSIONAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA, 3., 2007b, Rio Claro. Anais... Rio Claro: NEPEF, 2007b.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. Experiência docente e avaliação na educação física escolar. In: SEMINÁRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM FORMAÇÃO PROFISSIONAL NO CAMPO DA EDUCAÇÃO FÍSICA, 4., 2008, Bauru. Anais... Bauru: Universidade Estadual Paulista, 2008.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. Tempo de carreira e temporalidade na constituição da experiência docente. In: CONGRESSO SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 10., 2009, Águas de Lindoia. Anais... Águas de Lindoia, 2009. p. 9273-9284.

LEAL, Paulo Henrique; FERREIRA, Lílian Aparecida. Refletindo sobre a experiência docente na educação física escolar. In: GONÇALVES JUNIOR, Luiz; CORRÊA, Denise Aparecida; RODRIGUES, Cae (Org.). Educação e experiência: construindo saberes em diferentes contextos. Curitiba: CRV, 2011. p. 69-94.

LUSTICK, David; SYKES, Gary. National board certification as professional development: what are teachers learning? An empirical investigation of the learning outcomes from the National Board for Professional Teaching Standards’ Certification Process. [S.l.], 2006. Disponível em: . Acesso em: 3 fev. 2006.

MINAYO, Maria Cecília de S. O desafio do conhecimento científico: pesquisa qualitativa em saúde. 2. ed. São Paulo/Rio de Janeiro: Hucitec-Abrasco, 1993.

NEW SOUTH WALES. Government. The NSW Institute of Teachers. Sydney South, 2010. Disponível em: . Acesso em: 7 fev. 2012.

NUTTALL, Desmond. L. Choosing Indicators. In: RILEY, Kathryn; NUTTALL, Desmond (Ed.). Measuring quality: education indicators. London: The Falmer Press, 1994.

PACHECO, José Augusto B.; FLORES, Maria Assunção. Formação e avaliação de professores. Porto: Porto, 1999.

PAPI, Silmara de O. G.; MARTINS, Pura Lúcia O. As pesquisas sobre professores iniciantes. Educação em Revista, v. 26, n. 3, p. 39-56, 2010. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0102-46982010000300003>. Acesso em: 3 fev. 2012.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes curriculares para o ensino fundamental educação física, 2006. Versão preliminar. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2011.

POULSON, Louise. Paradigm lost? Subject knowledge, primary teachers and education policy. British Journal of Educational Studies, v. 49, n. 1, p. 40-55, 2001.

REALI, Aline M. M. R. Indicadores educacionais, professores e a construção do sucesso escolar. Ensaio. Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 9, n. 30, p. 79-108, 2001.

REALI, Aline M. M. R. Indicadores de desenvolvimento profissional da docência: construção e avaliação. Brasília, DF: CNPQ, 2011. Relatório de Pesquisa.

REALI, Aline M. M. R. et al. Qual a base de conhecimentos que meu aluno deve ter? Uma experiência de ensino e aprendizagem de construção de indicadores educacionais. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v. 85, p. 67-84, 2005.

SANCHES NETO, Luiz; BETTI, Mauro. Convergência e integração: uma proposta para a Educação Física de 5ª a 8ª séries. Revista Brasileira de Educação Física e Esportes, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 5-23, jan./mar. 2008.

SANCHES NETO, Luiz; BETTI, Mauro. As dinâmicas específicas do trabalho com a educação física e a formação permanente do professorado para a docência. Palestra proferida por Luiz Sanches Neto no Núcleo de Estudos de Fenomenologia e Educação Física – NEFEF/ UFSCar, São Carlos, 2010.

SANDERS, Nancy M.; KEARNEY, Karen M. (Ed.). Performance expectations and indicators for education leaders: an ISLLC-Based guide to implementing leader standards and a companion guide to the educational leadership policy standards: ISLLC, 2008. Washington, DC: Council of Chief State School Officers. Disponível em: . Acesso em: 3 fev. 2012.

SANTA CATARINA. Secretaria de Estado da Educação e do Desporto. Proposta curricular de Santa Catarina: educação infantil, ensino fundamental e médio: disciplinas curriculares. Florianópolis: Cogen, 1998.

SÃO PAULO (Estado). Proposta curricular de Educação Física do estado de São Paulo, 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2011.

SHAVELSON, Richard J.; BAXTER, Gail P.; PINE, Jerome. Performance assessment in science. Applied Measurement in Education, v. 4, n. 4, p. 347-36, 1991.

SHULMAN, Lee S. Paradigmas y programas de investigación en el estudio de la enseñanza. In: WITTROCK, Merlin C. (Org.). La investigación de la enseñanza. Barcelona: Paidós, 1989. p. 9-91.

SHULMAN, Lee S.. Conocimiento y enseñanza: fundamentos de la nueva reforma. Profesorado: Revista de Currículum y Formación del Profesorado, v. 9, n. 2, p. 1-30, 2005. Disponível em: <http://www.ugr.es/~recfpro/Rev92. html>. Acesso em: 17 jan. 2011.

VILLEGAS-REIMERS, Eleonora. Teacher professional development: an international review of literature. Paris: Unesco/ International Institute for Educational Planning, 2003

Publicado
22-06-2015
Seção
Tema em Destaque - Tendências e perspectivas em avaliação educacional