O teclar e o escrever: conceitos e preconceitos lingüísticos, culturais e sociais

Autores

  • Sérgio Roberto Costa
  • Ana Paula Marques Sampaio Pereira

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae02920042160

Palavras-chave:

Lingüística, Preconceito, Internet, Escrita

Resumo

O objetivo deste texto é analisar e interpretar os conceitos e preconceitos lingüístico-gramaticais, culturais e sociais que perpassam o discurso construído por “representantes” - com diversos graus de letramento - de várias esferas sociais e institucionais (mídia, escola, família etc.), ao julgarem socialmente, e não lingüisticamente, os chamados “erros gramaticais” como “crimes de lesa-pátria”. Também o discurso produzido pelos adolescentes entrevistados em pesquisa sobre construção/produção da escrita na internet e na escola deixa entrever julgamentos semelhantes, tanto ao reproduzir a opinião da escola quanto a própria, refletindo uma educação que tem efeitos deletérios, tanto nas relações sociais quanto nas educacionais, principalmente na educação lingüística que é oferecida a nossa infância e juventude.

Biografia do Autor

Sérgio Roberto Costa

Ana Paula Marques Sampaio Pereira

Downloads

Publicado

30-06-2004

Edição

Seção

Artigos