Alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEEs): avaliar para o desenvolvimento pleno de suas capacidades

Autores

  • Tereza Liduina Grigório Fernandes
  • Tania Vicente Viana

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae204320092051

Palavras-chave:

Educação Especial, Avaliação da Aprendizagem, Repetência, Inclusão Social

Resumo

Um dos maiores desafios da escola é identificar e desenvolver as capacidades de alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEEs). A avaliação educacional diagnóstica permite conhecer melhor esses aprendizes, identificando suas NEEs, motivações, hábitos, conhecimentos, níveis de autoestima, facilidades ou dificuldades em determinadas áreas do saber ou do fazer. A avaliação da aprendizagem também pode contribuir ativamente nesse sentido, de modo a incentivar esse aluno a aprender e a se desenvolver. A forma tradicional de avaliar não considera seus limites e potencialidades, colaborando para que fique retido por não aprender, o que é injustificado, incoerente e inconstitucional. Embora a avaliação diagnóstica tenha apresentado significativa evolução na Educação Especial, progredindo da visão clínico-médica para a concepção de inclusão educacional e social, ainda persistem dificuldades na elaboração de instrumentos para uma avaliação da aprendizagem capaz de contribuir para o crescimento e a autonomia desses alunos. Este trabalho, por meio de uma revisão da literatura especializada, intenciona refletir sobre a contribuição da avaliação educacional, nas áreas do diagnóstico e da aprendizagem, para o desenvolvimento pleno desse alunado.

Biografia do Autor

Tereza Liduina Grigório Fernandes

Tania Vicente Viana

Downloads

Publicado

30-08-2009

Edição

Seção

Outros Temas