Magistério primário: profissão feminina, carreira masculina.

Autores

  • Zeila de Brito Fabri Demartini
  • Fátima Ferreira Antunes

Palavras-chave:

Professores, Relações de Gênero

Resumo

Nestas considerações procura-se, inicialmente, registrar, com base em trabalhos anteriores, como a mulher vai entrando para o magistério primário e tornando o exercício dessa profissão predominantemente feminino já na virada do século, em São Paulo. Em seguida, procura-se mostrar, a partir de relatos orais e outros documentos, como a maioria feminina não está representada nos postos de controle e de formação de novos profissionais, que continuam a ser ocupados por homens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zeila de Brito Fabri Demartini

Fátima Ferreira Antunes

Downloads

Publicado

25-07-2013

Como Citar

Demartini, Z. de B. F., & Antunes, F. F. (2013). Magistério primário: profissão feminina, carreira masculina. Cadernos De Pesquisa, (86), 5–14. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/934

Edição

Seção

Artigos