Modos de educação, gênero e relações escola-família

Autores

  • Maria Eulina Pessoa Carvalho Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Relações de Gênero, Relações Escola-Família, Educação, Pais

Resumo

As relações entre escola e família baseiam-se na divisão do trabalho de educação de crianças e jovens, envolvendo expectativas recíprocas. Quando se fala na desejável parceria escola-família e convoca-se a participação dos pais na educação, sobretudo pelo dever de casa como estratégia de promoção do sucesso escolar, não se consideram: as mudanças históricas e a diversidade cultural nos modos de educação e reprodução social; as relações de poder entre estas instituições e seus agentes; a diversidade de arranjos familiares e as desvantagens materiais e culturais de grande parte das famílias; as relações de gênero que estruturam a divisão de trabalho em casa e na escola. Este texto discute estas questões argumentando que a política educacional, o currículo e a prática pedagógica articulam os trabalhos educacionais realizados pela escola e pela família, segundo um modelo de família e papel parental ideal e com base nas divisões de sexo e gênero, subordinando a família à escola e sobrecarregando as mães, o que perpetua a iniqüidade de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Eulina Pessoa Carvalho, Universidade Federal da Paraíba

Downloads

Publicado

28-06-2013

Como Citar

Carvalho, M. E. P. (2013). Modos de educação, gênero e relações escola-família. Cadernos De Pesquisa, 34(121), 41–58. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/488

Edição

Seção

Tema em Destaque