Mulheres e homens em sindicato docente: um estudo de caso.

Autores

  • Márcia Ondina Vieira Ferreira Universidade Federal de Pelotas – RS

Palavras-chave:

Relações de Gênero, Sindicato dos Professores, Professor

Resumo

O estudo examina a relação entre participação feminina e masculina no Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul - CPERS/Sindicato -, comparando filiação e presença nas diretorias da entidade segundo o sexo, para verificar se nessa entidade a situação das mulheres é diferente da sua situação em outras diretorias de sindicatos de classe, com base composta majoritariamente por homens. Discorre sobre a reduzida participação sociopolítica das mulheres, apresentando, também, números sobre docência e gênero no Brasil. Os resultados indicam inversão da proporcionalidade homens/mulheres na base da categoria em relação às direções da entidade, de tal maneira que, mesmo estando as mulheres bem representadas nesse sindicato, são os homens que ocupam os lugares com maior poder de mando e prestígio, como nas diretorias. Por fim, considerando que a atividade sindical é dominada por um viés masculino, questiona-se se o sindicato estaria tendo condições de acompanhar possíveis modificações na identidade docente, a partir da imagem que tem da categoria

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Ondina Vieira Ferreira, Universidade Federal de Pelotas – RS

Downloads

Publicado

27-06-2013

Como Citar

Ferreira, M. O. V. (2013). Mulheres e homens em sindicato docente: um estudo de caso. Cadernos De Pesquisa, 34(122), 391–410. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/479

Edição

Seção

Outros Temas