Eu consumo, tu me consomes.

Autores

  • Fúlvia Rosemberg

Palavras-chave:

Literatura infanto-juvenil, Livros infantis, Consumo cultural

Resumo

O artigo analisa criticamente a produção brasileira de livros para crianças, destacando sua baixa qualidade em relação à escolha de ilustrações, tipo de papel e encadernação e, principalmente, quanto às características do próprio texto. Com excessiva preocupação didática, moralista, conservadora, contendo informações contraditórias ou pouco relevantes, grande parte da literatura existente trata a criança como público menor. Comparando-a com o filme publicitário para crianças, percebe-se que enquanto este, que é consumido diretamente pelo público infantil, procura ser o mais sedutor possível, os livros, que são comprados por adultos, na realidade respondem a necessidades dos próprios adultos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fúlvia Rosemberg

Downloads

Publicado

27-08-2013

Como Citar

Rosemberg, F. (2013). Eu consumo, tu me consomes. Cadernos De Pesquisa, (31), 41–48. Recuperado de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/cp/article/view/1663

Edição

Seção

Artigos