Implicações das avaliações externas para o trabalho docente coletivo

Autores

  • Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Piracicaba, São Paulo, Brasil
  • Andreza Barbosa Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Piracicaba, São Paulo, Brasil
  • Maria José da Silva Fernandes Universidade Estadual Paulista, Departamento de Educação, Faculdade de Ciências, Bauru-SP.

DOI:

https://doi.org/10.18222/eae266203288

Palavras-chave:

Avaliação Externa, Organização do Trabalho Docente, Gestão Pedagógica da Escola, SARESP.

Resumo

Este trabalho sistematiza parte dos resultados de uma pesquisa financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, que se propõe a analisar, entre outros aspectos, como as avaliações externas, em especial o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, estão afetando o planejamento e os encaminhamentos das aulas de trabalho pedagógico coletivo de uma escola estadual paulista no que se refere à discussão do projeto político-pedagógico. Os dados sistematizados derivam da análise de pautas e atas referentes ao trabalho docente coletivo desenvolvido em 2014, bem como de um encontro no qual se discutiram os índices obtidos pela escola nas avaliações externas. Os resultados evidenciam que a preocupação com as metas e índices se sobrepõe à discussão da proposta pedagógica, esvaziando o trabalho docente coletivo de seu sentido articulador e integrador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Piracicaba, São Paulo, Brasil

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista de Piracicaba - Unimep, Piracicaba, São Paulo, Brasil

Andreza Barbosa, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Piracicaba, São Paulo, Brasil

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista de Piracicaba - Unimep, Piracicaba, São Paulo, Brasi

Maria José da Silva Fernandes, Universidade Estadual Paulista, Departamento de Educação, Faculdade de Ciências, Bauru-SP.

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), Araraquara, São Paulo, Brasil

Referências

AMARO, Ivan. Avaliação externa da escola: repercussões, tensões e possibilidades. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 24, n. 54, p. 32-55, jan./abr. 2013.

BALL, Stephen J. Reformar escolas/reformar professores e os terrores da performatividade. Revista Portuguesa de Educação, Braga, Portugal, v. 15, n. 2, p. 3-23, 2002.

BARBOSA, Andreza; FERNANDES, Maria J. S. O pagamento por desempenho no contexto das reformas educacionais paulistas. Comunicações, Piracicaba, n. 2, p. 45-59, jul./dez. 2013.

BARBOSA, Liliane C. M.; VIEIRA, Lívia F. Avaliações externas estaduais: possíveis implicações para o trabalho docente. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 11, n. 2, p. 409-433, ago. 2013.

BIRGIN, Alejandra. Novas regulações do trabalho docente: o caso da reforma argentina. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 111, p. 95-113, dez. 2000.

BONAMINO, Alícia; SOUSA, Sandra Z. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012.

CARVALHO, Cynthia P.; OLIVEIRA, Ana C. P.; LIMA, Maria F. M. Avaliações externas: tensões e desafios para a gestão escolar. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 25, n. 59, p. 50-76, set./dez. 2014.

CHARLOT, Bernard. O professor na sociedade contemporânea: um trabalhador da contradição. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 30, p. 17-31, jul./dez. 2008.

CUNHA, Renata C. O. B.; OMETTO, Cláudia B. C. N. O trabalho coletivo na escola: o projeto político-pedagógico como pauta de formação. Educação, Porto Alegre, v. 36, n. 3, p. 402-411, set./dez. 2013.

DIAS-DA-SILVA, Maria H. G. F.; FERNANDES, Maria J. S. As condições de trabalho dos professores e o trabalho coletivo: mais uma armadilha das reformas educacionais neoliberais? In: SEMINÁRIO DA REDE LATINO- AMERICANA DE ESTUDOS SOBRE TRABALHO DOCENTE – REDE ESTRADO, 6., 2006, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Rede Estrado, 2006. 1 CD-ROM.

DIAS SOBRINHO, José. Avaliação educativa: produção de sentidos com valor de formação. Avaliação, Campinas, v. 13, n. 1, p. 193-207, mar. 2008.

DUARTE, Adriana. M. C. Políticas educacionais e o trabalho docente na atualidade: tendências e contradições. In: OLIVEIRA, Dalila A.; DUARTE, Adriana M. C. (Org.). Políticas públicas e educação: regulação e conhecimento. Belo Horizonte: Fino Traço, 2011.

FERRAROTTI, Franco. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, Antonio; FINGER, Matthias (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010. p. 31-58.

GIOVANI, Luciana M. Do professor informante ao professor parceiro: reflexões sobre o papel da universidade para o desenvolvimento profissional de professores e as mudanças na escola. Caderno Cedes, Campinas, v. 19, n. 44, abr. 1998.

HYPOLITO, Álvaro M. Políticas curriculares, Estado e regulação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1337-1354, out./dez. 2010.

LIMA, Licínio. Avaliação, competitividade e hiperburocracia. In: ALVES, Maria P.; KETELE, Jean-Marie (Org.). Do currículo à avaliação, da avaliação ao currículo. Porto: Porto, 2011. p. 71-82.

LIMA, Licínio. Elementos de hiperburocratização da administração educacional. In: LUCENA, Carlos; SILVA JÚNIOR, João R. (Org.). Trabalho e educação no século XXI: experiências internacionais. São Paulo: Xamã, 2012. p. 129-158.

LIMA, Marcos W. As exigências de performatividade e seus impactos na identidade dos diretores escolares: município de Contagem-MG. 2011. 196 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

NOVAES, Luiz C. Os impactos da avaliação externa sobre o trabalho de professores na rede estadual paulista. Roteiro, Videira, SC, v. 39, n. 2, p. 283-310, jul./dez. 2014.

OLIVEIRA, Dalila A. Trabalho docente. In: OLIVEIRA, Dalila A.; DUARTE, Adriana M. C.; VIEIRA, Lívia M. F. Dicionário: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010. CD-ROM.

ROCKWELL, Elsie; EZPELETA, Justa. A escola: relato de um processo inacabado de construção. Currículo sem Fronteiras, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, p. 131-147, jul./dez. 2007.

SÃO PAULO (Estado). Lei Complementar n. 909, de 28 de dezembro de 2001. Institui o Bônus Mérito às classes de docentes do Quadro do Magistério e dá outras providências. Disponível em: <http://www.legislacao.sp.gov.br/ dg280202.nsf/.../$FILE/909.doc>. Acesso em: 30 abr. 2015.

SÃO PAULO (Estado). Lei Complementar n. 1.078, de 17 de dezembro de 2008. Institui Bonificação por Resultados – BR, no âmbito da Secretaria da Educação, e dá providências correlatas. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2015.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Educação. Coordenadoria de Gestão de Educação Básica – CGEB. Orientações para o planejamento escolar 2014. 2014. Disponível em: <http://www.educacao.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/669.pdf>. Acesso em: 30 abr. 2015.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Educação. Coordenadoria de Gestão de Educação Básica – CGEB. Coordenadoria de Informação, Monitoramento e Avaliação Educacional – CIMA. Resolução SE n. 45, de 10 de julho de 2013. Dispõe sobre a realização das provas de avaliação relativas ao Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP/2013.

Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2015.

SOUSA, Sandra Z. Possíveis impactos das políticas de avaliação no currículo escolar. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 119, p. 175-190, jul. 2003.

SOUSA, Sandra Z.; MAIA, Márcia M. V.; HAAS, Célia M. Avaliação, índices e bonificação: controvérsias por dados da rede estadual paulista. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 25, n. 58, p. 188-209, maio/ago. 2014.

SOUSA, Sandra Z.; OLIVEIRA, Romualdo Portela. Sistemas estaduais de avaliação: uso dos resultados, implicações e tendências. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 141, p. 793-822, set./dez. 2010.

VEIGA, Ilma P. A. A escola em debate: gestão, projeto político-pedagógico e avaliação. Revista Retratos da Escola, Brasília, DF, v. 7, n. 12, p. 159-166, jan./jun. 2013.

VEIGA, Ilma P. A. Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Cadernos CEDES, Campinas, v. 23, n. 61, p. 267-281, dez. 2003.

Downloads

Publicado

09-10-2015

Como Citar

Cunha, R. C. O. B., Barbosa, A., & Fernandes, M. J. da S. (2015). Implicações das avaliações externas para o trabalho docente coletivo. Estudos Em Avaliação Educacional, 26(62), 386–416. https://doi.org/10.18222/eae266203288

Edição

Seção

Tema em Destaque - Pesquisas em avaliação em larga escala